As melhores Cyphers do Espírito Santo

Tendência no rap, músicas de autoria coletiva vêm crescendo. Confira os melhores vídeos dos MCs capixabas

A música e videoclipe “Primavera Fascista”, lançada na internet pelo selo Setor Proibido com participação de sete rappers capixabas, causou grande repercussão nas redes. O vídeo com letra crítica a Jair Bolsonaro foi tirado do ar pelo YouTube e depois colocado de volta, e já beira as duas milhões de visualizações.

O portal Kondizilla explica a origem das cypher e sua relação com a cultura hip hop: “a cypher no rap tem como objetivo reunir MCs, sendo eles de grupos ou artistas solos, para rimas inéditas e com uma conexão de palavras mais complexas, com um DJ responsável pelo beat. É algo que se aproxima mais do freestyle do que do rap elaborado e construído sobre uma batida produzida em estúdio“. Com o tempo, a rima de improviso tem dado lugar a letras mais elaboradas, quase sempre lançadas por meio de videoclipes.

Esse modelo já vem sendo produzido por artistas capixabas nos últimos tempos. Confira algumas delas:

CENTRO

Um dos primeiros registros que encontramos é de “Centro”, lançado em 2015 no YouTube. Embora a descrição não mencione que seja uma cypher, o vídeo, gravado na Escadaria do Rosário, reduto do hip hop no Centro de Vitória, reúne vários nomes de peso do rap capixaba de várias gerações: Dimas, Bodaum, Leacim Said, Loki, Adikto, Soniq e o DJ Jack, responsável pelos beats e scratches.

 

MULHERES

Reunindo algumas das principais vozes femininas do rap capixaba, a cypher Mulheres traz letras críticas contra o machismo, sexismo e racismo. Produzido pela gravadora Timeless Records, o vídeo recebeu menção honrosa na última edição do festival Cine Rap em Vitória. As letras e vozes são de Bella Larbac, Budah, Mary Jane (Melaninas MC) e P. Drita (Preta Roots)

5K 

Reunindo a talentosa e novíssima geração do rap capixaba, a cypher 5K junta Noventa, Dimas, Dudu e César MC, atual campeão brasileiro na Batalha Nacional de Mcs. O vídeo foi gravado dentro de um ônibus público e a produção é do Canal do Dimas. O mesmo canal também traz 25K, gravado no morro de São Benedito, em Vitória, com participação de Ch, Arthur, Ojota, Cavati e Ph, também destaques da nova geração do rap.

FLEXAL CYPHER 

Definido como primeiro videoclipe gravado no bairro de Flexal 2, em Cariacica, traz o cenário local de periferia com destaque para as crianças que habitam o bairro. Com rimas de DuRap, Faith Rap, Faia, Stann e Rebeld SNJ, um dos destaques da música é o diálogo da melodia com os sons do reggae e ragga. A produção é do Instituto Aprender Cultura (IAC).

ESPÍRITO TRAMPO

Nesta cypher filmada em barbearia e estúdio de tatuagem, o destaque são rappers do norte do Espírito Santo. Cantam Guilherme, Raoni, Pepê, Armellony Oren e Luix. Também do Norte, mais especificamente de São Mateus, vem a cypher SinceraMente, com Mr. G, Oren, JPZ e Seven.

INCYPHER 

O Centro de Vitória é cena e parte do tema dos Incypher, produzidos pela Incita Records. Na edição #1, gravada à noite no bairro, cantam e compõem os MCs Leoni, Sayajin, Mac Crew, Dex, Leacim $aid e Mentor. Na edição #2, gravada num edifício do Centro, reúne Adikto, Junin, HD, HG, Junk, Stiv, Leacim $aid, Cross e Chock. 

0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para manter ativo.
Matérias Relacionadas

Vila Velha terá Festival de Cultura Afro

Oficinas, feira de expositores, desfiles de moda e apresentações culturais fazem parte da programação

Novo espaço para artes será inaugurado em Manguinhos

Merkabah realiza vernissage de abertura quarta-feira, com exposição de cinco artistas capixabas

Quinze livros gratuitos em lançamento coletivo

Veja quais são as obras, de gêneros diversos, que serão distribuídas dia 14 no Palácio Anchieta

Perturbadora, performance iLha quer seu silêncio, não aplauso

Clã Arte Studio estreia nova apresentação no sábado questionando o fazer do teatro tradicional