As melhores Cyphers do Espírito Santo

Tendência no rap, músicas de autoria coletiva vêm crescendo. Confira os melhores vídeos dos MCs capixabas

A música e videoclipe “Primavera Fascista”, lançada na internet pelo selo Setor Proibido com participação de sete rappers capixabas, causou grande repercussão nas redes. O vídeo com letra crítica a Jair Bolsonaro foi tirado do ar pelo YouTube e depois colocado de volta, e já beira as duas milhões de visualizações.

O portal Kondizilla explica a origem das cypher e sua relação com a cultura hip hop: “a cypher no rap tem como objetivo reunir MCs, sendo eles de grupos ou artistas solos, para rimas inéditas e com uma conexão de palavras mais complexas, com um DJ responsável pelo beat. É algo que se aproxima mais do freestyle do que do rap elaborado e construído sobre uma batida produzida em estúdio“. Com o tempo, a rima de improviso tem dado lugar a letras mais elaboradas, quase sempre lançadas por meio de videoclipes.

Esse modelo já vem sendo produzido por artistas capixabas nos últimos tempos. Confira algumas delas:

CENTRO

Um dos primeiros registros que encontramos é de “Centro”, lançado em 2015 no YouTube. Embora a descrição não mencione que seja uma cypher, o vídeo, gravado na Escadaria do Rosário, reduto do hip hop no Centro de Vitória, reúne vários nomes de peso do rap capixaba de várias gerações: Dimas, Bodaum, Leacim Said, Loki, Adikto, Soniq e o DJ Jack, responsável pelos beats e scratches.

 

MULHERES

Reunindo algumas das principais vozes femininas do rap capixaba, a cypher Mulheres traz letras críticas contra o machismo, sexismo e racismo. Produzido pela gravadora Timeless Records, o vídeo recebeu menção honrosa na última edição do festival Cine Rap em Vitória. As letras e vozes são de Bella Larbac, Budah, Mary Jane (Melaninas MC) e P. Drita (Preta Roots)

5K 

Reunindo a talentosa e novíssima geração do rap capixaba, a cypher 5K junta Noventa, Dimas, Dudu e César MC, atual campeão brasileiro na Batalha Nacional de Mcs. O vídeo foi gravado dentro de um ônibus público e a produção é do Canal do Dimas. O mesmo canal também traz 25K, gravado no morro de São Benedito, em Vitória, com participação de Ch, Arthur, Ojota, Cavati e Ph, também destaques da nova geração do rap.

FLEXAL CYPHER 

Definido como primeiro videoclipe gravado no bairro de Flexal 2, em Cariacica, traz o cenário local de periferia com destaque para as crianças que habitam o bairro. Com rimas de DuRap, Faith Rap, Faia, Stann e Rebeld SNJ, um dos destaques da música é o diálogo da melodia com os sons do reggae e ragga. A produção é do Instituto Aprender Cultura (IAC).

ESPÍRITO TRAMPO

Nesta cypher filmada em barbearia e estúdio de tatuagem, o destaque são rappers do norte do Espírito Santo. Cantam Guilherme, Raoni, Pepê, Armellony Oren e Luix. Também do Norte, mais especificamente de São Mateus, vem a cypher SinceraMente, com Mr. G, Oren, JPZ e Seven.

INCYPHER 

O Centro de Vitória é cena e parte do tema dos Incypher, produzidos pela Incita Records. Na edição #1, gravada à noite no bairro, cantam e compõem os MCs Leoni, Sayajin, Mac Crew, Dex, Leacim $aid e Mentor. Na edição #2, gravada num edifício do Centro, reúne Adikto, Junin, HD, HG, Junk, Stiv, Leacim $aid, Cross e Chock. 

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Que tal um showzinho na sala de estar?

Casa Guava é um dos poucos espaços para a arte autoral no bairro mais populoso de Vitória

Orgulho da cultura capixaba é tendência do verão

Marcas de roupa investem em ícones culturais e paisagísticos do Espírito Santo para estampar camisas

Vila Velha terá Festival de Cultura Afro

Oficinas, feira de expositores, desfiles de moda e apresentações culturais fazem parte da programação

Novo espaço para artes será inaugurado em Manguinhos

Merkabah realiza vernissage de abertura quarta-feira, com exposição de cinco artistas capixabas