Associação de Folclore de Conceição da Barra tem diretoria destituída

Problemas e falhas na organização marcaram último evento no município considerado capital do folclore

Com alegação de omissão e ineficiência na condução do Encontro dos Grupos Folclóricos 2019, a Associação de Folclore de Conceição da Barra (AFCB) teve sua diretoria e conselho fiscal destituídos pelo Conselho de Mestres, que com base no estatuto da entidade, convocou para o dia 23 de março, às 9h, uma Assembleia Geral Extraordinária para eleição de nova diretoria.

Na reunião do Conselho de Mestres, que contou com representação de 13 dos 17 mestre com assentos, a decisão de destituição foi unânime, contando inclusive com votos de mestres que integravam a diretoria, que era presidida por Lucas de Oliveira Santos.

Ângelo Camillo, o mestre Caboquinho, do Ticumbi de Angelim, alegou que os problemas observados e sentidos na Festa de São Benedito e São Sebastião, que culminaram no dia 20 de janeiro em Itaúnas, foram o estopim para a decisão de desfazer a atual gestão. “Os grupos que vieram não tiveram alimentação, nem água e lugar pra dormir. Ninguém sabe o que foi feito do dinheiro arrecadado e não queremos mais uma festa sem organização. Por isso vamos tirar esse presidente e colocar alguém que saiba o que fazer”, declarou Caboquinho.

A Festa das Barreiras, por exemplo, teve dificuldades para conseguir alimentação para grupos convidados pela falta de apoio da Associação, tendo que contar com ajuda do Ticumbi de São Benedito, do mestre Berto Florentino, que cedeu parte de seus recursos para ajudar os colegas e salvar os festejos.

Benedito Castro dos Santos, o mestre Dito, que integrava a diretoria e apoiou sua destituição, conta que o então presidente perdeu o prazo para envio de projeto para apoio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) à festa, embora esta tenha tentado contato diversas vezes.

Na nova eleição, as chapas devem ser inscritas na própria Assembleia e todos brincantes presentes terão direito a voto.

Vale lembrar que pelo grande número de grupos e de diferentes manifestações culturais presentes no município, Conceição da Barra é reconhecida por lei como Capital Estadual da Diversidade Folclórica. Entre elas estão o Ticumbi, Alardo, Jongo, Pastorinhas, Reis de Bois e Capoeira.

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.