Bombeiros irão orientar e convencer pessoas nas ruas a ficarem em casa

Outras medidas incluem comércio fechado e redução de passageiros nos ônibus. ES tem 16 casos confirmados

O Corpo de Bombeiros do Espírito Santo estará nas principais cidades capixabas a partir deste sábado (21), orientando e convencendo a população a sair das ruas e se isolar em casa, como principal medida de proteção à pandemia de coronavírus (Covid-19). 

A medida foi anunciada pelo governador Renato Casagrande na tarde desta sexta-feira (20), dia em que mais três casos da doença foram confirmados, subindo para 16 o total de infectados no Estado, todos transmissões locais, em que a origem da contaminação é conhecida, não havendo ainda contaminação comunitária. 

Os novos registros são de Vitória, Cariacica e Cachoeiro de Itapemirim, sendo que nesses dois últimos ainda não haviam confirmações. Dos 16 casos registrados no Estado, três já estão curados, sete estão em recuperação e seis estão internados em hospitais, sendo um na Serra e os outros em Vitória, não havendo casos considerados graves pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). 

O governador também anunciou o fechamento do comércio por quinze dias a partir deste sábado, com exceção de supermercados, farmácias, lojas de alimentos e cuidados de animais, postos de combustível, conveniência e feiras livres. Já restaurantes e lanchonetes podem funcionar somente até às 16h. A polícia, afirmou Casagrande, pode ser acionada em caso de descumprimento do fechamento. 

O governador também ressaltou a necessidade de as pessoas dos grupos de risco – idosos a partir de 60 anos e portadores de doenças cardiorrespiratórias – não saírem às ruas. “Se tiver que ir ao supermercado, à farmácia, a algum local emergencialmente, vá quem não está no grupo de risco. Apelo a essas pessoas, durante um tempo que permaneçam em casa”, enfatizou. 

O Estado pediu também que o governo federal autorize o Exército a fazer o mesmo trabalho que os Bombeiros, de orientação e educação das pessoas sobre necessidade do isolamento. 

Ônibus 

Outra medida anunciada refere-se ao sistema Transcol: que a partir da próxima segunda-feira (23), os ônibus saiam dos terminais urbanos apenas com passageiros sentados, reduzindo a aglomeração nos coletivos. Na mesma data, será reduzida em 30% a oferta de coletivos nos horários de pico e em 50% nos demais horários. 

A circulação de passageiros no sistema já sofreu redução de 40%, informou Casagrande, enquanto o número de motoristas afastados do trabalho por estarem no grupo de risco ou com sintomas de gripe está em 600. 

Sobre os ônibus intermunicipais, a recomendação do governo é que as empresas vendam apenas a metade das cadeiras, para haver maior ventilação dentro dos veículos. 

Serviços de saúde 

A estruturação do sistema de saúde do Estado para tratamento dos pacientes com Covid-19 contará, a partir de segunda-feira (23), com 61 leitos de UTI preparados exclusivamente para recepcionar os infectados pelo coronavírus. Para atingir a meta de 300 leitos exclusivos para os casos da pandemia, em hospitais públicos e filantrópicos, o Centro de Comando e Controle ligado à Sala de Situação de Emergência em Saúde trabalha na compra de mais 150 respiradores mecânicos. 

O Estado também receberá, do governo federal, 200 profissionais do programa Mais Médicos, que atuarão em cerca de 40 municípios. “Precisaremos de mais médicos e voluntários”, reconheceu o governador. 

A demanda dos servidores da saúde por equipamentos de proteção individual (EPIs) também está em andamento, garantiu Renato Casagrande. “Temos equipamentos, mas não em quantidade suficiente, por isso estamos em processos de compra, de aventais, máscaras, luvas, gorros”. 

Repartições públicas 

Quanto à judicialização feita pelo Sindicato dos Trabalhadores e Servidores Púbicos do Estado (Sindipúblicos/ES) de ampliar o número de servidores em isolamento em casa, por teletrabalho, o governador disse que “compreende o pleito”.

"Já tomamos diversas medidas, intercalando teletrabalho, isolamento e férias. Podemos ir ajustando mais. O importante é dar a segurança para o servidor, mantendo os serviços funcionando”, declarou, afirmando que a pandemia de coronavírus é a maior crise na saúde mundial, pois está mobilizando todo o planeta. “Nunca vivenciamos isso”, reforçou.
 

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Governo anuncia auxílio econômico para micro e pequenas empresas e MEIs

Serão R$ 400 milhões em postergação de ICMS e empréstimos, além de medidas de desburocratização

O mais triste Dia do Circo de todos os tempos

Proibidos de se apresentar por conta do coronavírus, circos capixabas não tiveram o que comemorar

Priorizar pequenos empreendedores é uma forma de exercer solidariedade

Trabalhadores informais e autônomos, como agricultores, se organizam para atender demandas em domicílio

Casagrande destina R$ 51 milhões para ações de proteção social nos municípios

Já as medidas econômicas ainda serão anunciadas. ES tem 53 casos confirmados e 1.105 em investigação