Caminhada às ruínas de Queimado acontece neste sábado na Serra

Às vésperas da atividade, movimento negro reclama que prefeitura não cumpriu parte do combinado

Deveria estar tudo pronto, mas às vésperas da 9ª edição da Caminhada Noturna dos Zumbis Contemporâneos, o movimento negro da Serra reclama do não cumprimento do acordado pela Prefeitura Municipal da Serra (PMS). Um sítio onde tradicionalmente acontece uma parada com atividades culturais no meio da caminhada, cujo contato e infraestrutura estavam sob responsabilidade da PMS não foi contactado, e o movimento está tendo que gestionar de última hora um novo local, estrutura e lanche previstos.

A concentração começa às 21h de sábado (16) em frente à Igreja Matriz em Serra Sede com atividades culturais. A caminhada terá início à meia-noite com destino ao distrito de Queimado, onde aconteceu a mais importante rebelião de negros escravizados no Espírito Santo, há 170 anos.

O trajeto segue pelo Circuito de Agroturismo de Guarunhuns, onde no meio do caminho há uma parada para que os participantes - até agora 300 inscritos- tenham acesso a descanso, alimentação, banheiro e atividades culturais.

Embora tenha havido reuniões de gestão entre o Fórum Chico Prego e a prefeitura, nos últimos dias, um representante avisou ao movimento que a parada no sítio não estava gestionada, sem dar muitas explicações e sem atender contatos posteriores.

A Caminhada faz parte do calendário oficial da PMS, que a vem divulgando em seus meios institucionais. A falta do local de parada implicaria aos caminhantes andar cerca de 18km sem um local para descanso, razão pela qual o Fórum, formado pela sociedade civil, buscou alternativa em outro local, mas ainda espera que a prefeitura cumpra sua palavra.

A caminhada culmina no amanhecer em Queimado, seguida de uma celebração inter-religiosa na manhã de domingo e apresentações culturais, dentro do sítio histórico da localidade, com término por volta de meio dia.

Como é tradição, a jornada em torno da memória da Insurreição de Queimado também realiza sessões solenes, na Assembleia Legislativa do Espírito Santo no dia 19 de março às 19h, e no dia 21 às 18h na Câmara de Vereadores da Serra.

O Sítio Histórico de Queimado está passando por um processo de restauração após pesquisas arqueológicas realizadas pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). A previsão é de que haja um investimento de R$ 1,3 milhão para transformar o local num museu a céu aberto, por meio de uma parceria da Prefeitura da Serra com o Sindicato do Comércio Atacadista e Distribuidor do Espírito Santo (Sincades).

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.