Cara, crachá

Em banners e placar sobre a reforma da Previdência, deputados não passaram batido pelo 1º de maio

Em banners fixados em postes ou pendurados no pescoço de militantes, os deputados da bancada federal do Estado não passaram batido pelo ato unificado que marcou o Dia do Trabalhador na Praça Costa Pereira, Centro de Vitória, nessa quarta-feira (1). Assim como ocorreu tempos atrás, no caso da reforma Trabalhista, eles tiveram suas fotos divulgadas para a população com o objetivo de alertá-la sobre o placar dos votos previstos para outra proposta considerava prejudicial aos trabalhadores, a reforma da Previdência, em tramitação na Câmara. De um lado, foram expostos os nomes dos parlamentares que já se posicionaram contrários ao projeto do presidente Jair Bolsonaro, Helder Salomão (PT), Sérgio Vidigal (PDT), e Ted Conti (PSB) – sobre este último, porém, há controvérsias. Do outro, a maioria da bancada, que transita entre favorável à nova Previdência e indecisos, que são: Norma Auyb (DEM), Felipe Rigoni (PSB), Soraya Manato (PSL), Lauriete (PR), Amaro Neto (PRB), Da Vitória (PPS) e Evair de Melo (PP). Apesar de alguns adiarem marcar posição, ainda colocando-se em cima do muro, pouco ou nada deve mudar. Anota aí...

Cara, crachá II
No caso de Ted Conti, ele aparece no banner acima, do Sindicato dos Bancários (Sindibancários-ES) e da Intersindical, como contrário à mudança. Mas também desfilou em outras fotos, dizendo assim: “O voto dele pode acabar com sua aposentadoria. Não deixe que ele vote contra você. Diga não à reforma da Previdência”. Mesma frase acompanhava fotos de Norma, Evair...

Cara, crachá III
Mas um vídeo recente divulgado pelo próprio Conti em suas redes sociais, afasta de vez a dúvida.  O deputado em primeiro mandato rebate a informação de que seria contrário à reforma e faz questão de deixar claro o contrário: “sou a favor, com ressalvas”, enumerando os pontos da capitalização, aposentadoria rural e Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Contramão
Por enquanto, as decisões de Ted Conti e de Felipe Rigoni contrariam a decisão da Nacional do PSB, que foi incisiva em nota divulgada na última semana, quando fechou questão crítica à proposta, sob risco de punir, entre os 32 deputados do partido, aquele que não seguir a orientação. O PSB voltará a discutir o texto, caso ocorram avanços.

Reduto
Presenças políticas do ato unificado das Centrais Sindicais na Praça Costa Pereira: Helder Salomão, Iriny Lopes e Perly Cipriano, do PT, e o ex-presidente da Câmara de Vitória, Namy Chequer (PCdoB), que chegou a se colocar na disputa ao Senado no ano passado, mas recuou. 

Arte como instrumento
Ainda sobre o 1º de maio, o Sindicato dos Trabalhadores em Alimentação e Afins do Estado (Sindialimentação) marcou a data de forma diferente, com uma peça teatral que provocou a reflexão sobre a ditadura militar e as reformas Trabalhistas e Previdenciária. 

Arte como instrumento II
O grupo teatral responsável pela apresentação foi o “Cria”, que construiu um enredo para que o público tivesse conhecimento dos horrores da ditadura. Iniciativa mais do que necessária, como lembram os organizadores, já que o atual governo busca comemorar o regime militar.

Extinção
Assunto nos meios jurídicos, com repercussão nas redes sociais, é uma “renúncia à pretensão” perante o Superior Tribunal de Justiça (STJ) assinada pelo presidente do Sindicato dos Advogados do Estado (Sindiavogados), Bem-hur Brenner Dan Farina. A medida foi protocolada em processo movido pelo sindicato para reduzir o valor da anuidade da categoria na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-ES).

Extinção II
O novo andamento processual foi divulgado pela chapa 3 da última disputa à Ordem. “Quem se recorda das promessas de redução de anuidade e da campanha para a presidência da OAB/ES com base na ação movida pelo Sindicato para reduzir o valor da anuidade? Poucos meses após José Carlos Rizk ser eleito presidente, o Sindicato dos Advogados renunciou à pretensão perante o STJ, mesmo tendo sido vencedor em todas as instâncias. Que nome se dá a isso?”.

PENSAMENTO:
“Quando atacar alguém por vingança, prepare duas covas”. Confúcio

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Desistência da compra do Saldanha abre espaço para rediscutir uso do edifício

Líderes comunitários reclamam de falta de consulta também no projeto de reforma do Mercado da Capixaba

STF determina imediato afastamento de titular do Cartório de Registro de Imóveis

Alexandre de Moraes considera ato de improbidade da Justiça capixaba manter titular por permuta em VV

'Não basta ganhar eleições. É preciso ter força social organizada'

Candidato à presidência do PT, Valter Pomar participa de debates em Vitória nesta sexta-feira

Helder Salomão quer acabar com aposentadoria especial para congressistas

Deputado capixaba apresentou projeto de lei para extinguir plano que garante benefícios acima do teto