Círculo Palmarino realiza Acampamento da Juventude Negra

Atividade acontecerá em janeiro em São Mateus, com inscrições gratuitas e atividades políticas e culturais

O Círculo Palmarino, entidade nacional do movimento negro, organiza pela segunda vez o Acampamento da Juventude Negra do Espírito Santo (Acampanegrxs), que será na cidade de São Mateus, no litoral norte do Estado. As inscrições são gratuitas com transporte, alimentação, hospedagem e material didático incluídos. O acampamento acontecerá entre 17 e 19 de janeiro.

Podem participar jovens negros de qualquer município do Espírito Santo, que devem preencher um formulário de seleção. Devido à quantidade de vagas limitadas, a organização do evento buscará escolher um grupo com a maior diversidade possível. O resultado final será divulgado no dia seis de janeiro de 2020, na página do Círculo Palmarino do Espírito Santo no Facebook.

De acordo com a entidade, entre os objetivos estão reunir a juventude para confraternizar e debater o enfrentamento ao racismo, conhecer o território do Sapê do Norte, região de forte presença da negritude e dos quilombos, e planejar ações conjuntas para o ano de 2020. “Constituiremos uma rede para fortalecer ações nas comunidades, onde cada participante está inserido. Vocês terão a missão de organizar a III Jornada Estadual Contra o Extermínio da Juventude Negra. Mas não se preocupem, vocês vão tirar essa fita de de letra”, convida o chamado feito pela organização na internet.

A programação do acampamento contará com uma visita ao Sítio Histórico de São Mateus, por onde chegaram muitos negros escravizados séculos atrás, e também a uma comunidade quilombola na região, locais que viraram símbolo da resistência negra contra a opressão. A programação terá momentos de conversa, debate e interação entre o grupo, com temas como história, relações raciais e enfrentamento ao racismo, além de uma noite cultural. “Tudo isso buscando resgatar a nossa ancestralidade, fortalecer a nossa resistência e criar formas coletivas de lutarmos contra o racismo no próximo período”, diz o convite.

Outras dúvidas sobre o Acampanegrxs podem ser tiradas pelo e-mail circulopalmarinoes@gmail.com, pelo telefone e Whatsapp em (27) 99793-8060 ou pela página do Círculo Palmarino ES.

Sarau Palmarino no fim de semana

Outra atividade realizada pelo Círculo Palmarino é o Sarau Palmarino, com frequência mensal. A edição de dezembro acontecerá no próximo sábado (7), de 15h às 17h, no Bar da Zilda, Centro de Vitória. Na edição que é comemorativa do Dia do Samba, a homenageada vai ser a anfitriã Zilda Antônio Aquino, dona do bar que é uma referência para o fortalecimento do samba no Espírito Santo e espaço de resistência da cultura negra capixaba.

De maneira especial, o Sarau Palmarino será encerrado com participação da bateria da escola de samba Unidos da Piedade. O evento faz parte da programação do Encontro de Comunidades em Resistência (ECR), em parceria com as Brigadas Populares.

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Uma xamã no exílio

Em Aracruz, Kuña Jekoaku foge de conflitos agrários e intolerância religiosa da fronteira com Paraguai

Nenhum feminicídio pode ficar sem resposta

Mulheres de Guarapari se unem mais uma vez para se manifestar contra crimes contra mulheres no município

Jovem quer levar experiência de banco comunitário capixaba à Itália

Crislayne Zeferina irá a encontro internacional convocado pelo Papa Francisco para discutir economia

Participação de transexuais é antiga no carnaval capixaba

Deborah Sabará foi primeira porta-bandeira trans do país. Declaração de presidente da Liga causou polêmica