'Crime do pó preto faz mais vítimas do que casos de Mariana e Brumadinho juntos'

Eraylton Moreschi, da Juntos-SOS ES, denuncia crime silencioso e continuado da Vale e Arcelor no Estado

 

Presidente da Juntos-SOS Espírito Santo Ambiental, entidade combativa na luta contra a poluição do ar na Grande Vitória, Eraylton Moreschi denuncia crime silencioso e continuado da Vale e ArcelorMittal: o pó preto.

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Exposição de fotos registra pó preto na Praia de Camburi

"Quanto vale ou é em pó", de Zélia Siqueira, será inaugurada dia 17 na Biblioteca Central da Ufes

Sindimetal-ES vai acompanhar apuração de acidente na ArcelorMittal

Sindicato quer saber o que causou a explosão e vai exigir a adoção de novas medidas de segurança

Conselheiro requer dados sobre multas e 'centro inédito de monitoramento'

Em requerimento a secretário de Vitória, Moreschi cita opinião de técnico sobre paralisação das poluidoras

'Crime do pó preto faz mais vítimas do que casos de Mariana e Brumadinho juntos'

Eraylton Moreschi, da Juntos-SOS ES, denuncia crime silencioso e continuado da Vale e Arcelor no Estado