Cursinho popular abre inscrições para professores e apoio à coordenação

As inscrições para atuar como voluntário na rede AfirmAção podem ser feitas até esta quinta-feira

A AfirmAção, rede de cursinhos populares, está com inscrições abertas até a próxima quinta-feira (12) para professores e para quem gostaria de atuar na coordenação de núcleos. Ambas as funções são voluntárias. Os interessados em lecionar podem se inscrever neste link. Já os que pretendem dar suporte à coordenação devem fazer suas inscrições aqui. São cerca de 80 vagas para professores de diversas áreas, principalmente a de Exatas, e 20 para apoio à coordenação. 

Para atuar como professor a pessoa deve estar, no mínimo, cursando a graduação. Já para dar apoio à coordenação não há um critério específico. Luana Santos Schade é uma das voluntárias da Afirmação no núcleo de Itararé, em Vitória. Ela estudou no curso popular durante dois anos e hoje cursa a faculdade de Pedagogia. “Como aluna testemunhei toda a dedicação da equipe conosco e quis retribuir. Está sendo uma experiência muito gratificante retornar como voluntária”, diz.

A Afirmação, maior rede de cursinhos populares do Espírito Santo, busca preparar jovens de origem popular para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como forma de democratizar a educação. A iniciativa conta com sete núcleos, localizados em Rio Marinho e Santana (Cariacica); Jardim Carapina e Serra Sede (Serra); Santa Rita (Vila Velha); Itararé - Território do Bem e São Pedro (Vitória). Além da preparação para o Enem, a AfirmAção oferece formação política e social. 

O processo é construído de forma solidária, com apoio de entidades e coletivos dos bairros em que acontece. O cursinho popular não cobra qualquer taxa dos alunos. As aulas acontecem nas tardes de sábado, das 13h30 às 18h, nos sete núcleos. 

Leia Também:

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Nomeação de reitor foi 'vingança' por derrota da direita na Ufes por uma mulher

Ao invés de Ethel Maciel, a mais votada da lista tríplice, Bolsonaro nomeou Paulo Vargas

Professores de Viana ainda aguardam por salários de fevereiro

Os contratados por designação temporária estão preocupados diante da crise do coronavírus

Ufes suspenderá aulas presenciais por duas semanas

Universidade adota medida nesta segunda-feira como forma de prevenção à difusão do coronavírus

Profissionais da educação e estudantes realizam manifestação no dia 18

A concentração será às 15h em dois pontos de Vitória: no Ifes e no campus de Goiabeiras da Ufes