Deputado que defende reforma da Previdência entra na aposentadoria especial

O deputado Evair de Melo é favorável à reforma, mas defende o diálogo com a população

Único membro da bancada capixaba na Comissão da Reforma da Previdência, com voto favorável, com ressalvas, às alterações propostas pelo presidente Jair Bolsonaro, o deputado Evair de Melo (PP) está inscrito no plano de Aposentadoria Especial da Câmara dos Deputados e poderá se aposentar aos 60 anos.

O texto em tramitação no Congresso Nacional eleva o tempo de contribuição dos trabalhadores rurais de 15 para 20 anos e iguala a idade mínima de 60 anos para ambos os gêneros. 

Com relação ao Benefício de Prestação Continuada (BPC), que consiste em um salário mínimo pago aos idosos de baixa renda a partir dos 65 anos, a reforma reduz o valor recebido para R$ 400 a partir de 60 anos, até alcançar o salário mínimo, a partir dos 70 anos. 

O deputado Evair de Melo (PP), vice-presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), já se posicionou a favor da proposta, mas defende um debate em relação à aposentadoria rural e ao BPC.

Já Plano de Seguridade Social dos Congressistas (PSSC) alterou as regras da aposentadoria de políticos, permitindo a concessão do benefício a partir dos 35 anos de contribuição e 60 anos de idade, sem fazer distinção entre homens e mulheres.

A lei prevê aposentadoria com proventos proporcionais ao tempo de mandato. Nesse caso, os proventos serão calculados à razão de 1/35 (um trinta e cinco avos) por ano de mandato, sem limitação de teto. Na lista atualizada, segundo o site O Antagonista, constavam 172 deputados da atual legislatura, entre eles Evair de Melo, reeleito em 2018.

Dos 10 deputados federais do Espírito Santo na Câmara, somente dois se manifestaram contrários à reforma da Previdência, Helder Salomão (PT) e Sérgio Vidigal (PDT). A proposta, alvo de grande polêmica, pode ser votada ainda neste mês.

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
1 Comentários
  • Andréa Masera , sexta, 14 de junho de 2019

    Porquê não tem limite de teto para a aposentadoria de políticos ? No valor de 400,00reais. ,já que na opinião deles o ser humano sobrevive com essa esmola .... Política não é profissão

Matérias Relacionadas

OAB-ES realiza audiência sobre PL do Novo Marco Regulatório do Saneamento

Evair de Melo preside a comissão da Câmara que analisa o PL, duramente criticado por entidades do setor

Sindicato monta barraca nas ruas para dialogar sobre reforma da Previdência

Iniciativa do Sindibancários teve início na Praça Costa Pereira atingindo mil pessoas no primeiro dia

Deputados capixabas são incluídos na 'bancada da lama'

Evair de Melo e Sérgio Vidigal estão no grupo de parlamentares que defendem empresas de mineração