Empresários da indústria têxtil não dispensam trabalhadores em Colatina

Presidente do sindicato, Teany Moreira, oficiou o prefeito Sérgio Meneguelli e irá acionar o governo

Para evitar o contágio por coronavírus, a orientação primordial é o isolamento e evitar aglomerações, mas no noroeste do Estado as fábricas continuam funcionando a todo vapor, ignorando as medidas oficiais. A presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Vestuário de Colatina e Região (Sintvest), Teany Moreira, alerta que milhares de trabalhadores continuam indo para as fábricas, já que as empresas não querem dispensá-los. 

O sindicato representa cerca de cinco mil trabalhadores de 13 municípios capixabas, de acordo com Teany. Ela diz que grande parte continua trabalhando, pois foram poucas as empresas que liberaram seus funcionários. "Empresas terceirizadas, principalmente de São Paulo, que vendem produtos para as fábricas do polo de confecções, não estão podendo comercializar. Portanto, em breve a produção terá que parar, mas enquanto houver possibilidade de produzir, os empresários não irão dispensar os trabalhadores", afirma.

A presidente da categoria participou de uma reunião com representantes do Sindicato das Indústrias do Vestuário de Colatina e Região (Sinvesco) na manhã desta terça-feira (24), na qual, segundo ela, os empresários afirmaram que com a falta dos produtos fornecidos por empresas terceirizadas e consequente parada da produção futuramente, as fábricas não terão condições de remunerar os trabalhadores. 

Teany Moreira afirma que nessa segunda-feira (23) protocolou ofício relatando a situação na Prefeitura de Colatina para o prefeito Sérgio Meneguelli (sem partido) e a secretária de Desenvolvimento Econômico Priscila Guimarães Correa, mas ainda não obteve retorno. Também será protocolado ofício para o Governo do Estado. 

Leia Também:

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Confecções de máscaras a todo vapor em grupos de voluntários do Espírito Santo

Diversas ações propõem a confecção de máscaras a serem doadas ou vendidas por valor simbólico

Programa EscoLAR ‘rasga princípio da igualdade de direitos’, repudia educadora

Cleonara Maria Schwartz diz que medida da Sedu reduz educação a ''mero cumprimento de tarefas''

Sobe para seis o número de óbitos da Covid-19 confirmados no Estado

Bancário, da Caixa, tinha 36 anos. Sindicatos exigem agências fechadas. Total de infectados é de 194

Quer ajudar quem precisa? Campanhas arrecadam alimentos e itens de higiene

Diversas ações buscam ajudar pessoas que estão sem renda em meio à pandemia do coronavírus