Estado deposita R$ 47 milhões para pagamentos de precatórios a credores

Na lista, há beneficiados com valores individuais de até R$ 21 milhões, que receberão valores do TJES

O Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES) liberou a segunda parte dos precatórios do Estado previstos para o exercício de 2019. De acordo com informações do Tribunal, neste mês de julho, o ente público realizou o depósito de mais R$ 47 milhões. A verba será destinada ao pagamento de 59 precatórios.

O juiz auxiliar de Precatórios do TJES, Felippe Monteiro Morgado Horta, explicou que desses 59 precatórios a serem pagos agora, nove são de natureza alimentar e 50 são de natureza comum.

“Os de natureza alimentar são relativos a salários, pensões, aposentadorias, indenizações por morte ou invalidez, benefícios previdenciários, créditos trabalhistas. E os de natureza comum se referem a desapropriações, tributos, indenizações por dano moral, entre outros”.

De acordo com magistrado, o Estado possui 199 precatórios para serem pagos até o dia 31 de dezembro deste ano e deverá pagar aos seus credores um total de R$ 160 milhões. 

“No mês de maio já havia antecipado R$ 70 milhões, que foram destinados ao pagamento dos primeiros 127 precatórios. Então, só vão restar mais 20 precatórios para serem pagos na última etapa”, afirmou.

O Tribunal de Justiça também já divulgou o nome dos credores que deverão receber precatórios no exercício de 2020. Para acessar a lista completa, clique aqui. No documento, há o registro de beneficiados que receberão individualmente até R$ 21 milhões. 

O que são precatórios
 
Precatórios são requisições expedidas pelo Judiciário para cobrar de municípios, Estados ou da União, assim como de suas autarquias e fundações, o pagamento de valores devidos após condenação judicial definitiva.
 
Cabe ao TJES, que é o gestor dos precatórios, bloquear as contas dos entes federados que não realizaram o pagamento, e notificar os órgãos de controle, como o Ministério Público do Estado e o Tribunal de Contas.

Leia Também:

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
1 Comentários
Matérias Relacionadas

Servidores da Saúde vão ocupar prédio da Seger na próxima quarta-feira

Ato foi marcado após secretária de Gestão, Lenise Loureiro, não sinalizar negociação por reajuste

TJES garante aluguel social para moradores expulsos pelo tráfico na Piedade

Instituto Raízes e lideranças locais, defendidos pela Defensoria Pública, conseguiram a vitória judicial

Defesa utiliza decisão que beneficiou Flávio Bolsonaro para libertar Gratz

Provas obtidas de forma ilícita são consideradas precedentes para paralisar ação do caso Lineart

TJES determina prisão de José Carlos Gratz pelo 'esquema das associações'

Foram expedidos outros sete mandatos, entre eles para o ex-diretor da Assembleia, André Nogueira