'Farra de convênios' continua mesmo com medida suspensiva do TCE

Hartung e Marcelo de Oliveira firmaram novo convênio nesta segunda-feira no Palácio Anchieta

Não resultou no efeito esperado a concessão de medida cautelar suspendendo repasses em parcela única às prefeituras, adotada pelo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Sérgio Borges, no último dia 7. O governo Paulo Hartung continua formalizando contratos dessa natureza, o que poderá provocar dificuldades nas contas públicas no futuro governo.

Dois dias depois da divulgação da medida cautelar, a Secretaria de Estado de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sedurb) firmou convênio com a Prefeitura de Cariacica, no valor de R$ 8,2 milhões, para obras de prevenção de alagamentos. Nesta segunda-feira (12), foi a vez do município de Vila Valério, que recebeu R$ 2,9 milhões para obras de mobilidade urbana, em ato com a presença também do prefeito Robinho Paterli (PTN) e do deputado estadual Hudson Leal (PRB),

A decisão de Sérgio Borges deveria ser cumprida imediatamente, mesmo antes do julgamento do mérito pelo plenário do Tribunal de Contas, que ocorrerá nesta terça-feira (13). Nesta data também se extingue o prazo para o secretário Marcelo de Oliveira, responsável pelos contratos, preste explicações ao órgão fiscalizador. 

A medida cautelar é resultante de denúncia encaminhada ao Tribunal de Contas pelos membros da equipe de transição do governador eleito, Renato Casagrande (PSB), Álvaro Duboc e Tyago Hoffaman, na qual eles dizem que há uma “evidente dilapidação patrimonial do Estado, à luz do principio da eficiência, que se vê desrespeitado, afinal, não se afigura crível que, primeiro se conceda o recurso, para depois buscar o ressarcimento, em casos de deficiência na prestação de conta”.

A equipe do governo eleito pede que a atual gestão se abstenha de firmar novos convênios e que os acordos já firmados tenham seus repasses de forma parcelada, como manda a lei e as recomendações da área técnica do governo, como da Secretaria de Controle e Transparência (Secont). Também foi solicitada a realização de uma auditoria em todas as despesas.

O repasse dos recursos ao município de Cariacica, sexta-feira passada, prevê obras de drenagem pluvial e pavimentação em 12 vias do município, entre elas a Avenida Expedito Garcia, em Campo Grande, uma das principais da cidade e que concentra boa parte do comércio local, atraindo um grande fluxo de pedestres e veículos.

Já em Vila Valério, o secretário Marcelo de Oliveira destacou a qualidade de vida da população. Essa solenidade aconteceu no Palácio Anchieta, em Vitória, com presença do governador Paulo Hartung. 

Leia Também:

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Chamoun promete defender gestão fiscal responsável na Presidência do TCE

Conselheiro eleito por unanimidade diz que vai atuar como guardião da Lei de Responsabilidade Fiscal

MPC: auxílio-alimentação de PMs cedidos deve ser o mesmo pago pelo TJES

Após consulta feita pelo desembargador Sérgio Gama, Tribunal de Contas decidiu pela redução do valor

Justiça barra parecer que pede rejeição das contas do prefeito de Guarapari

O prefeito Edson Magalhães recebeu parecer desfavorável do Tribunal de Contas do Estado

TCE rejeita pedido de medida cautelar de Majeski e aprova contas de Hartung

O voto do relator Sérgio Borges, que destaca o cumprimento da legislação, foi seguido pelo Plenário