Festival Luz del Fuego reúne grandes revelações da música do Espírito Santo

Só com mulheres no palco, evento neste sábado reúne Melanina MCs, Gavi, Budah, Gabriel Brown e outras

Luz del Fuego é mais que um nome, é uma ideia, um grito de liberdade. Nome artístico de Dora Vivacqua, a cachoeirense que ganhou o Brasil como dançarina, atriz, escritora e naturista, percussora do feminismo, dá nome também ao festival que culmina reunindo algumas das mais talentosas artistas da produção musical feita do Espírito Santo para o mundo. O Festival Luz del Fuego acontece neste sábado (9), a partir das 14h30, com programação gratuita e diversas atrações na Fluente, casa de shows em Vitória.

No palco só mulheres, e mulheres de atitude. O festival não é só de protagonismo feminino, mas também feminista. O rap das Melanina Mcs, a black music de Gavi, a potência de Budah, o hardcore da Whatever Happened to Baby Jane, a psicodelia de My Magical Glowing Lens e pop swingado de Gabriela Brown, umas das idealizadoras do evento. Para quem acompanha a cena musical capixaba, temos aí praticamente uma seleção feminina da nova geração de artistas.


A cantora e compositora Gabriela Brown. Foto: Divulgação

Gabriela Brown, que comanda a produção do evento junto com Louisy Carvalho, conta que um dos objetivos principais do projeto é diminuir a desigualdade de participação entre homens e mulheres no universo da música, para que elas possam estar em todos os espaços e não apenas no papel de intérpretes. “A participação das mulheres nas lines dos festivais no Brasil não passa de 30%. Isso me incomoda demais, por isso escrevi o projeto e foi aprovado”, conta sobre o festival que recebe apoio do Funcultura, fundo de fomento à cultura coordenado pela Secretaria de Estado da Cultura (Secult).

O Festival Luz del Fuego começou a ganhar vida e vibração há quase dois meses, nos dia 14 e 15 de setembro, quando foi realizado um workshop de ambientação em processos musicais. Uma imersão que reuniu 15 mulheres capixabas envolvidas com a música que puderam ter dicas e aprendizados sobre diversas áreas da produção musical, desde composição, gravação, edição, mixagem, marketing e outros temas, com auxílio e orientação de produtoras capixabas e paulistas.

“Quando comecei, sempre aprendi com homens, é um meio muito masculino, queria aprender com outras mulheres, para me enxergar nesse projeto, sentir representatividade, me inspirar para saber que poderia chegar lá e viver disso”, contra Gabriela sobre a importância da prévia.

O mais interessante é que o resultado final do workshop foi a produção e gravação de uma canção coletiva entre elas, que será apresentada pela primeira vez no sábado, prometendo ser uma ponto alto do festival.

Para além do palco, é bom lembrar, a Fluente contará com 16 exposições, desde artesanato, vestuário, artes plásticas, fotografia, cosméticos, gastronomia, maquiagem, tatuagens, bodypiercings, fotografia, todos projetos comandados por mulheres.

A dica que fica é: chegue cedo. O evento está sujeito à lotação da casa. 

AGENDA CULTURAL

Festival Luz del Fuego

Quando: Sábado, 9 de novembro, 14h30 às 23h

Onde: Fluente – Avenida Saturnino Rangel Mauro, 505, Jardim da Penha – Vitória/ES.

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Mostra Sesc apresenta panorama audiovisual capixaba e brasileiro

A partir de sábado serão exibidas 23 obras em sessões gratuitas de diversos estados do país no Sesc Glória

Madalena do Jucu 30 anos depois de Martinho da Vila

Livro de Déborah Sathler reúne pesquisa e entrevistas sobre o passado e presente do congo capixaba

Arte de Rua é tema de debate do Radicais Livres ES

Encontro será nesta quinta-feira e convida artistas ligados ao hip hop para bate-papo no Centro de Vitória

Espetáculo 'Pele' encerra temporada do projeto Cena Diversa

Fora dos clichês, peça une cadeirantes e andantes em obra que aborda amor, paixão e sexualidade