Governadores se reúnem com Rodrigo Maia em Vitória para debater mercado de gás 

O presidente da Câmara dos Deputados será um dos palestrantes de evento no Palácio Anchieta

A nova política de gás, que em junho passado estabeleceu diretrizes para a liberação do mercado, é o foco principal do quarto encontro do Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud), que será realizado nesta sexta e sábado (23 e 24) no Palácio Anchieta. A reunião trará a Vitória seis governadores das regiões Sul e Sudeste, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que serão recepcionados pelo governador Renato Casagrande (PSB).

No sábado, Maia fará palestra, seguido do ministro e do secretário-executivo adjunto do Ministério de Minas e Energia, Bruno Eustáquio Ferreira Castro de Carvalho. A diretora do Departamento de Gás Natural do Ministério de Minas e Energia, Symone Christine de Santana Araújo, também fará uma apresentação.

Os investimentos previstos na instalação de infraestrutura para atender à demanda do novo mercado, que visa baratear o custo da energia, movimentará R$ 32 bilhões até o ano de 2032. O objetivo, na visão do governo federal, é quebrar o monopólio, incluindo a Petrobras. Em julho, o presidente Jair Bolsonaro criou um comitê interministerial que coordena as medidas que levarão à abertura do mercado, atualmente concentrado na estatal. 

O quarto encontro do Cosud em Vitória reunirá, também, secretários de Estado, que serão divididos em salas temáticas. Ao todo, serão organizados 10 grupos de trabalhos: Fazenda e Planejamento; Desenvolvimento Econômico; Agricultura; Turismo; Inovação, Ciência e Tecnologia; Educação; Meio Ambiente e Infraestrutura; Logística e Transporte; Saúde Pública; e Segurança e Administração Penitenciária.

Nas salas temáticas, na parte da manhã, será apresentada a evolução das ações do plano traçado na 3ª reunião do Cosud, realizada em Gramado, Rio Grande do Sul.

Na parte da tarde, o diretor-presidente da Companhia de Gás do Espírito Santo (ES Gás), Heber Rezende, fará uma apresentação sobre a atuação da empresa. E o secretário de Estado de Governo, Tyago Hoffmann, apresentará os recém-criados Fundo Soberano do Espírito Santo (Funses) e o Fundo Estadual para o Financiamento de Obras e Infraestrutura Estratégica para o Desenvolvimento do Espírito Santo. Também serão definidas as novas ações, que serão apresentadas no encerramento, com a participação dos governadores.

Os fundos foram criados após acordo que unificou os campos de exploração de petróleo no antigo Parque das Baleias, denominado Novo Campo de Jubarte. O acordo garantiu R$ 1,5 bilhão aos cofres capixabas em valores retroativos, além da previsão de aumento entre R$ 300 milhões a R$ 500 milhões em Participação Especial. 

Leia Também:

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Previdência de Casagrande terá aumento da idade mínima e alíquota de 14%

Mudanças apresentadas nesta quarta abrem mais uma frente de embate entre os servidores e o governador

Assembleia aprecia projeto para regulamentar representação jurídica do DER

O próprio governador Casagrande propôs lei após notificação de associações de procuradores

Frente de policiais aciona OAB, Judiciário e Assembleia por pauta de valorização

Primeiro encontro será nesta quarta com ex-secretário Henrique Herkenhoff, presidente de comissão na OAB

Servidores denunciam Renato Casagrande à Comissão de Ética do PSB  

Categorias apontam que apoio do governador à reforma da Previdência é caso de infidelidade partidária