Governo do Estado anuncia mudanças no transporte coletivo

Casagrande também falou sobre a prevenção nos presídios, eventos e linha de crédito para empresários

O Governo do Estado anunciou nesta terça-feira (17) medidas de prevenção em relação ao coronavírus a serem adotadas no transporte coletivo. O governador Renato Casagrande afirmou que, a partir da quarta-feira (18), os ônibus com ar condicionado serão tirados de circulação. O mesmo acontecerá na quinta (19) com os seletivos. Todos serão substituídos por veículos convencionais. Já os serviços do Bike GV e Mão na Roda serão mantidos. As medidas valem, inicialmente, por 30 dias.

Em virtude da suspensão das aulas, o governador afirmou que a partir do dia 23 não será permitido o uso de passe escolar. Os cartões serão bloqueados até o retorno das aulas. A medida visa reforçar a recomendação da Secretaria da Saúde (Sesa) para que os estudantes fiquem em casa durante o período de recesso.

Casagrande acrescentou que outras medidas estão sendo tomadas, como maior reabastecimento das saboneteiras nos banheiros dos terminais, limpeza dos ônibus com água oxigenada e orientação às empresas para que substituam os motoristas e cobradores com mais de 60 anos - considerados grupo de risco para o coronavírus -, deslocando-os para outras atividades.

O Sindicato dos Rodoviários do Espírito Santo (Sindirodoviários), segundo o assessor jurídico da entidade, Elton Borges Furtado, havia oficiado a Secretaria Estadual de Mobilidade e Infraestrutura (Semobi) para que, junto à Secretaria de Saúde (Sesa), verificasse as medidas que podem e devem ser adotadas para proteger motoristas e cobradores do coronavírus. 

De acordo com Elton, o mesmo está sendo feito em relação às prefeituras dos municípios representados pelo sindicato, como Vila Velha, Vitória, Aracruz e Colatina, que têm redes de transporte coletivo municipais. O Sindirodoviários exige urgência e não descarta até mesmo a paralisação do transporte. 

Já o Movimento Praia do Canto Merece Mais reivindicou junto à Prefeitura Municipal de Vitória (PMV) distribuição de máscaras, luvas e álcool em gel para motoristas e cobradores do transporte municipal, além dos guardas municipais. O representante do Movimento, Armando Fontoura, destaca que esse tipo de iniciativa junto aos guardas é importante, pois eles abordam dezenas de pessoas diariamente, além de conversar com muitas pessoas nas ruas. Ele salienta que é preciso, por exemplo, ao menos uma máscara por dia ou por turno, já que esses produtos são descartáveis. 

A entidade também enviou oficio para os deputados estaduais solicitando que dialoguem com o governo para solicitar que as mesmas medidas sejam feitas em relação à Polícia Militar e aos motoristas e cobradores do Sistema Transcol. 

Sistema Prisional

Para evitar que a doença atinja o sistema penitenciário, Casagrande afirmou também que o governo do Estado tem dialogado com o Judiciário no sentido de fazer o monitoramento dos detentos do regime semiaberto por meio de tornozeleira eletrônica em prisão domiciliar. A mesma sugestão está sendo feita em relação aos detentos vulneráveis. 

Também foi recomendado o uso de videoconferência na realização de audiências. As visitas/atendimentos aos presos não foram proibidos, mas a Secretaria de Justiça recomenda que visitantes de grupo de risco não se exponham e, se possível, adiem sua visita para um período mais oportuno. A pasta também está gerenciando o atendimento das visitas gerais, de modo que menos pessoas fiquem no mesmo espaço ao mesmo tempo. Até o momento não há caso suspeito ou confirmado da doença no sistema prisional.

Eventos

No caso de eventos, o governador anunciou a não abertura de locais fechados, como cinemas, teatros e casas de shows. Segundo ele, somente podem ser realizados eventos com no máximo 100 pessoas, e em lugares com capacidade para no mínimo 300. 

Linha de crédito

Casagrande também anunciou a abertura de uma linha de crédito emergencial do o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) e Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes) para empresas de todos os portes que foram afetadas economicamente pelo episódio. 

O atendimento aos empresários interessados será feito de forma conjunta por um comitê, com analistas dos dois bancos públicos estaduais. A medida possibilitará maior agilidade e flexibilidade para o atendimento. Os recursos atendem a negócios em setores impactados de imediato com o isolamento e menor circulação de pessoas, principalmente nos setores de comércio e de serviços. Outros segmentos poderão ser incluídos com o desenrolar do cenário de crise.

Leia Também:

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Governo anuncia auxílio econômico para micro e pequenas empresas e MEIs

Serão R$ 400 milhões em postergação de ICMS e empréstimos, além de medidas de desburocratização

O mais triste Dia do Circo de todos os tempos

Proibidos de se apresentar por conta do coronavírus, circos capixabas não tiveram o que comemorar

Priorizar pequenos empreendedores é uma forma de exercer solidariedade

Trabalhadores informais e autônomos, como agricultores, se organizam para atender demandas em domicílio

Casagrande destina R$ 51 milhões para ações de proteção social nos municípios

Já as medidas econômicas ainda serão anunciadas. ES tem 53 casos confirmados e 1.105 em investigação