Guarapari terá novo evento pelo fim da violência contra as mulheres

Lançamento de livro de Emily Marques (foto) e atividades culturais farão parte do "Nós, Marias" no dia 27

Fotos: Divulgação

Depois da Vigília Feminista realizada no início de fevereiro contra feminicídios e violências contra as mulheres, coletivos de Guarapari voltam a se mobilizar em torno do tema com a realização do evento "Nós, Marias: pelo fim da violência contra as mulheres" que acontece no dia 27 de fevereiro, na Praia do Morro.

Um dos destaques da atividade será o lançamento no município do livro Lei Maria da Penha e Medidas de Proteção: entre a política e as políticas, de autoria de Emilly Marques Tenório, assistente social, pesquisadora e integrante do Fórum de Mulheres do Espírito Santo (Fomes). Haverá apresentação do livro e debate com a autora sobre o tema.

"Treze mulheres são assassinadas por dia no Brasil, somente esse dado já nos convoca a pensar essa realidade para transformá-la. Por isso, trabalhando como assistente social no Judiciário, um espaço em que os papéis chegam antes dos sujeitos e que a lei os uniformiza, retomo diariamente minha preocupação em enxergar e atender às pessoas com suas complexidades, diferenças e contradições. Dessa forma, nesta pesquisa, apesar de estudar uma legislação, o foco não estará no debate de seus aspectos técnico-processuais, embora alguns sejam expostos", declarou Emilly em entrevista sobre o livro ao Século Diário (leia entrevista completa aqui).

O Freestyle Salão de Beleza, espaço onde o evento acontece, com início às 17h, contará com mural colaborativo e varal de poesias. Haverá sarau e apresentação teatral com a Trupe Maratimba (foto abaixo), além de música ao vivo com Raíssa Castro e Evelyn do Carmo. 

"Aqui temos uma comunidade que carece muito dessa discussão sobre feminicídio e violências que atingem as mulheres do Espírito Santo. A ideia é fazer com que as pessoas se proponham a discutir esse assunto e a gente acredita que a arte pode ajudar a sensibilizar e comovê-las, mostrar um pouco da realidade", diz Nicolly Credi-Dio, integrante do coletivo Sinestesia, que organiza o evento com apoio do Coletivo Feminista Mulheres que Lutam, da Trupe Maratimba e do Freestyle Salão de Beleza.

O endereço do salão é Rua Virgínia Martins dos Santos, 282 (antiga Rua dos Veranistas), na Praia do Morro.

Confira um resumo do livro "Lei Maria da Penha e Medidas de Proteção: entre a política e as políticas" feito por Mirla Cisne:

"Esta obra nos presenteia com o rigor teórico do feminismo materialista para analisar o fenômeno da violência contra a mulher. Um tema denso e duro, mas, sem perder a profundidade demandada, é desenvolvido por meio de uma escrita leve e envolvente.

O livro tece uma compreensão crítico-feminista do direito e dialoga com uma “criminologia feminista” para além do direito formal e das armadilhas idealistas do punitivismo e da judicialização. Finca-se na concretude das relações patriarcais, racistas e capitalistas. Muito mais que uma simples análise da Lei Maria da Penha, temos em mãos uma rica investigação crítica sobre as instituições e políticas públicas que envolvem a rede de enfrentamento e a rede de atendimento às mulheres em situação de violência. Em particular, “entre a polícia e as políticas”, a autora dá ênfase ao papel da equipe técnica no atendimento às mulheres em situação de violência doméstica e familiar no judiciário.

Em uma posição contrária ao avanço do conservadorismo presente em algumas propostas de alteração da Lei Maria da Penha, a autora não abre mão, em momento algum, do seu explícito compromisso com o feminismo e a emancipação das mulheres. Assim, temos um livro posicionado teórica e politicamente, uma leitura obrigatória para quem compartilha da incessante luta contra todas as formas de violência às mulheres e em defesa da liberdade substantiva".

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.