Luciano Huck faz Hartung sair dos bastidores depois de driblar a derrota em 2018

Apresentador de TV percorre o Brasil como estratégia para as eleições de 2022, tendo Hartung como vice

Passados nove meses só atuando nos bastidores e em eventos nacionais, o ex-governador Paulo Hartung fará uma reentrada pública no cenário político estadual na próxima quarta-feira (14), em companhia do apresentador de TV Luciano Huck, potencial candidato à Presidência da República em 2022. 

Huck fará palestra sobre O Futuro do Brasil, seguida de debate, como parte de uma estratégia eleitoral que sinaliza Hartung como vice, com o apoio do sistema financeiro e grandes corporações empresariais, de acordo com bastidores dos meios políticos e dos movimentos fora do Estado do ex-governador, marcados por posicionamentos de livres comércio e mercado e redução do Estado, com elevado índices de privatizações.

O ex-governador e Luciano Huck intensificam contatos com lideranças políticas pelo Brasil, paralelamente a  movimentos de livre mercado patrocinados por instituições privatistas, que repercutem as ações com ampla cobertura da imprensa nacional e internacional. Na última quinta-feira (8), a revista  britânica The Economist, a mais prestigiada publicação liberal do planeta, publicou reportagem positiva sobre o ajuste fiscal de Hartung, dentro da mesma linha editorial de veículos nacionais.   

Acolhido com matérias positivas na imprensa corporativa, foi alçado à figura de gestor eficiente, apesar das tensões geradas pelo ajuste fiscal, meio pelo qual os servidores públicos e setores essenciais, como educação, saúde e segurança, foram amplamente prejudicados. A greve da Polícia Militar de fevereiro de 2017 é o exemplo mais significativo desse desprestígio, responsável por sua desistência à reeleição.      

Sem condições de disputar um quarto mandato em 2018, por conta dos resultados de pesquisas de opinião, Hartung assistiu à ascensão do então candidato e hoje governador Renato Casagrande, e buscou aliados no cenário nacional, em especial as áreas de influência do liberalismo conservador. 

O evento de Luciano Huck e Hartung leva a chancela do RenovaBr, instituição criada em 2017 para formar lideranças políticas com um conceito liberal de grandes corporações empresariais, e foi organizado pela Universidade de Vila Velha  (UVV), onde seria realizado. Devido ao grande número de inscritos, foi transferido para o Centro de Convenções, em Vitória, com mediação da jovem gestora Tayana Dantas, pré-candidata à Prefeitura de Vila Velha em 2020. 

Filha do dono da UVV, José Luiz Dantas, que acolheu Paulo Hartung na universidade, Tayana teve seu nome lançado no último dia 30, quando se filiou ao Cidadania, em ato coordenado pelo presidente estadual do partido, o deputado estadual Fabrício Gandini, com a participação do prefeito de Vitória, Luciano Rezende, que, segundo os meios políticos, está a um passo de se realinhar com Hartung.

Tayana já assumiu uma postura de pré-campanha, realiza pesquisas de opinião e promove eventos do Movimento Vila Nova, do qual é fundadora. Sua filiação ao Cidadania gerou descontentamento no vereador licenciado de Vila Velha Ricardo Chiabai, subsecretário de Mobilidade Urbana do governador Renato Casagrande (PSB), aliado de Luciano Rezende e desafeto político de Hartung, e também presidente do diretório municipal do partido. 

Embora se apresente como o indicado pelo diretório de Vila Velha para concorrer à prefeitura no próximo ano, Chiabai afirma que o lançamento do nome de Tayana não significa que haja crise interna:  “Tem gente tentando passar a ideia de que existe ruptura no partido e isso não é verdade”, assinala.

“Pode ser eu ou a Tayana”, ressalta, e apresenta um manifesto de apoio à sua candidatura a prefeito de Vila Velha assinado por membros do partido, em que afirma: “Honrado pela indicação do meu nome, pelo Diretório Municipal do Cidadania23, para disputar a prefeitura de Vila Velha nas eleições do ano que vem, sinto-me preparado para aceitar esse desafio”.

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
2 Comentários
  • Willians , segunda, 12 de agosto de 2019

    A globo está vendo que está perdendo audiência e espaço na mídia com Bolsonaro, tenta de qualquer forma emplacar um de seus atores como Presidente. Um apresentador que ganha milhões por mês e tem uma vida mansa, irá viver uma vida de estresse como nossa política do Brasil? Pensam que somos bobos.

  • Luca Ferraço , segunda, 12 de agosto de 2019

    Paulo Hartung é simbolo do que há de pior e nefasto na politica brasileira. Vergonha de ser aluno da UVV, universidade que insiste em exaltar aquele que de maneira criminosa, fraudou os investimentos em educação no ES, dentre tantos outros crimes contra a população capixaba. Quanto à Luciano, apenas devemos nos lembrar que o Huck é um herói factoide, ou seja, de heroísmo não nada.

Matérias Relacionadas

‘Paulo Hartung é um coronel da pior espécie’, diz Luis Nassif na TV GGN

É perigoso o jogo da XP e do Itaú, de apoiar Huck e Hartung à Presidência após a ''implosão'' de Bolsonaro

‘Luciano Huck e a Casa das Garças não conhecem Paulo Hartung’, diz Luiz Paulo

Ajuste fiscal foi feito à custa de investimentos públicos essenciais e com pactuação política medíocre

TCE rejeita pedido de medida cautelar de Majeski e aprova contas de Hartung

O voto do relator Sérgio Borges, que destaca o cumprimento da legislação, foi seguido pelo Plenário

MPC defende aprovação das contas de Hartung mesmo com rombo na Educação

Parecer do órgão ministerial não considera grave a manobra, alvo de ação de Majeski no Supremo