Majeski faz indicações de apoio financeiro para áreas afetadas pelo coronavírus

Propostas são para estudantes, famílias de baixa renda, pequenos empresários e produtores rurais

O deputado estadual Sergio Majeski (PSB) apresentou um conjunto de indicações ao Governo do Estado para estruturação de medidas que deem suporte financeiro para estudantes, pequenos e micro empresários, produtores rurais de pequeno porte e às famílias de baixa renda, para amenizarem os prejuízos e superarem os impactos causados pela pandemia de coronavírus (Covid-19).

“Recebemos diversas demandas por nossos canais de comunicação. Os prejuízos já são evidentes e a tendência é de piora da situação. O Governo tem liderado um processo importante para amenizar os impactos sociais e econômicos do coronavírus. Apresentamos propostas que irão colaborar e ampliar o apoio para uma parcela maior da sociedade, que precisa de suporte governamental quando as crises são severas e comprometem, significativamente, a renda das pessoas”, destaca Majeski.

Para as famílias de baixa renda, inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), enquanto perdurar o Estado de Calamidade Pública, Majeski indica isenção da cobrança de energia elétrica. Já para os estudantes, que cursam graduação em instituições particulares, a proposta é a criação de linha de crédito no Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) e no Banestes, com a possibilidade de financiamento de até 100% da mensalidade escolar, tendo a taxa de juros indexada em 1% ao ano e o prazo de pagamento de dois anos, após a conclusão do curso. 

Ainda com as estruturas dos dois bancos públicos capixabas, Majeski apresenta indicação para a abertura de linhas de crédito, com juros reduzidos, para os pequenos produtores rurais atingidos pelos impactos da crise da Covid-19. Responsáveis por produzir aproximadamente 80% dos alimentos que chegam às mesas dos capixabas, os produtores rurais de base familiar também poderão receber benefícios para a quitação dos débitos já existentes nas duas instituições.

Majeski também apresenta proposta para renegociação das dívidas dos pequenos produtores rurais e das micro e pequenas empresas, com a postergação dos pagamentos dos empréstimos já contraídos no Bandes e no Banestes. “Apresentamos ainda indicação para que o Bandes [Banco de Desenvolvimento do Estado] crie canal de atendimento virtual para concessão de crédito. As limitações impostas para o atendimento presencial, devido à pandemia, dificultam o acesso”, destaca Majeski.

Como as sessões e o acesso à Assembleia estão suspensos desde a última semana, Majeski apresentou as indicações ao governo de forma eletrônica. 

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Confecções de máscaras a todo vapor em grupos de voluntários do Espírito Santo

Diversas ações propõem a confecção de máscaras a serem doadas ou vendidas por valor simbólico

Programa EscoLAR ‘rasga princípio da igualdade de direitos’, repudia educadora

Cleonara Maria Schwartz diz que medida da Sedu reduz educação a ''mero cumprimento de tarefas''

Sobe para seis o número de óbitos da Covid-19 confirmados no Estado

Bancário, da Caixa, tinha 36 anos. Sindicatos exigem agências fechadas. Total de infectados é de 194

Quer ajudar quem precisa? Campanhas arrecadam alimentos e itens de higiene

Diversas ações buscam ajudar pessoas que estão sem renda em meio à pandemia do coronavírus