Manato indica seus eleitores no Sebrae-ES  para cargos federais

O ex-presidente do Bandes, Aroldo Natal, estaria indicado para ocupar a presidência da Codesa

O ex-presidente do Banco de Desenvolvimento do Estado do Espírito Santo, Aroldo Natal Silva Filho, é apontado como futuro presidente da Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa), por indicação do deputado Carlos Manato, coordenador das ações do PSL de Jair Bolsonaro no Espírito Santo. 

Outro eleito qualificado de Manato, o ex-presidente da Federação das Indústrias (Findes), Marcos Guerra, será indicado para uma diretoria do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM). As indicações enfraquecem a senador Rose de Freitas (Podemos), que detinha o controle das indicações para a Codesa, sendo o órgão um de seus redutos mais importantes.  

Manato foi eleito presidente do Conselho de Administração do Serviço de Apoio à Pequena e Média Empresa (Sebrae-ES), em dezembro de 2018, apesar de estranho nos meios sindicais patronais, em articulações de última hora na qual Aroldo teve intensa participação. 

Nos meios políticos, as indicações são fruto do alinhamento dos dois para eleger Manato para o Sebrae-ES, que surpreendeu o mundo político e empresarial, considerando sua formação em medicina e a não participação nos movimentos relacionados ao Sistema S, do qual o Sebrae faz parte, controlados pelas federações patronais. 

A votação foi realizada em meio a articulações de grupos políticos liderados, de um lado, pelo deputado federal Carlos Manato (PSL), futuro subsecretário da Casa Civil da Presidência da República, e, de outro, por José Eugênio Vieira e o presidente da Federação do Comércio (Fecomércio), José Lino Sepulcri, afinados com o governador Paulo Hartung (sem partido).

O atual presidente do Conselho de Administração, Marcos Guerra (PSL), ex-presidente da Federação das Indústrias (Findes), alinhou-se na última hora a Carlos Manato, possibilitando que ele ganhasse mais fôlego na disputa. 

Como parte da estratégia de crescimento do PSL do presidente eleito, Jair Bolsonaro, em todas as áreas, Manato garantiu sete votos contra seis de Sepulcri, que concorria ao mesmo cargo. O deputado se articulou com a Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Espírito Santo (Faciapes), Sebrae nacional, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. 

Além desses, o colégio eleitoral é composto por representantes da Universidade Federal, Federação das Indústrias (Findes), Federação da Agricultura e Fecomércio.

 

Leia Também:

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
1 Comentários