Manato se licencia no PSL e confirma candidatura de Assumção a prefeito

O ex-deputado federal Carlos Manato alegou problemas de saúde para deixar a presidência

O deputado Capitão Assumção é o candidato a prefeito de Vitória pelo PSL tendo como vice o empresário Amarildo Lovato, que assumiu a presidência do partido nesta segunda-feira (13), conforme foi divulgado neste fim de semana em primeira mão por Século Diário, por força da saída do deputado federal Carlos Manato, que se licenciou por tempo indeterminado. 

Além de Assumção, estão confirmadas as candidaturas do deputado Delegado Danilo Bahiense em Vila Velha e do subtenente Assis em Cariacica. Manato alegou problemas de saúde para se licenciar da presidência – “Estou com pressão alta, por causa de peso elevado” -, mas nos bastidores sabe-se que a decisão obedece à determinação da Executiva Nacional e de pressões de bases eleitorais nos municípios. 

Nesse contexto, é apontada como certa, entre lideranças políticas, a saída do deputado Alexandre Quintino do partido, que estaria indo para o PSB do governador Renato Casagrande. A ser confirmada, essa informação explica o posicionamento do parlamentar na Assembleia Legislativa, quando se trata de matérias de interesse do governo. 

O cenário de crise no PSL, negado categoricamente por Manato, segue no rastro do clima de conflito no PSL nacional, agravado depois da saída do presidente Jair Bolsonaro, que disputava com o presidente da sigla, deputado federal Luciano Bivar, o controle do partido, principalmente os recursos financeiros do Fundo Eleitoral. 

No cenário nacional, o PSL estadual está em avaliação, considerando o apoio de Manato e de Assumção a Jair Bolsonaro, que está rompido com o PSL e se esforça para criar o Aliança para o Brasil, movimento que tem no Espírito Santo a coordenação de Assumção. Manato mantém o apoio ao presidente da República, embora tenha perdido a influência depois de ser exonerado da Secretaria Especial para a Câmara Federal pelo chefe da Casa Civil, Ônyx Lorenzzoni.       

O vice de Assumção, Amarildo Lovato, sinalizava apoio à candidatura de Manato à Prefeitura de Vitória com a justificativa de que o nome de Assumção não aparecia em boa colocação em pesquisas realizadas para consumo interno, mas ressaltou que “Assumção faz parte do projeto do PSL no Estado”. 

A ligação de Amarildo Lovato com Manato é antiga e foi decisiva para que o ex-deputado federal articulasse a eleição para a presidência do Conselho de Administração do Serviço de Apoio às Pequenas e Médias Empresas (Sebrae-ES), em 2018. Ele conseguiu entrar como conselheiro do órgão, apesar de ser médico, por meio da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado (Faciapes), presidida por Lovato, que tem assento na mesa de comando do órgão. 

Manato se inscreveu como candidato à presidência do conselho, levando a tiracolo Amarildo Lovato, que postulava o cargo de superintendente do Sebrae-ES, mas resolveu articular a composição. Como representante da Faciapes, Lovato aliou-se ao ex-presidente da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), Marcos Guerra (PSL), e deu a vitória a Manato, que acabara de ser derrotado na disputa ao governo do Estado.

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
3 Comentários
  • José Vieira dos Santos , segunda, 13 de janeiro de 2020

    Carlos Manato tem uma inteligência política acima da média. Ele ouve todos e depois toma uma decisão racional. Como obstetra apreendeu cedo a dar o corte no lugar certo para fazer o melhor parto. Alguns jornalistas pagaram mico pensando que Bivar iria cortar a cabeça do Manato. Antes pelo contrário, sua saída do Governo Bolsonaro lhe fortaleceu no PSL. Manato está vendo lá na frente, que o rio corre para o mar e a aliança com Bolsonaro é inevitável. Só haverá dois caminhos o de Bolsonaro e o da corrupção.

  • Vinicius , terça, 14 de janeiro de 2020

    Espero que esta canalha do PSL e do APB se desgaste tanto neste mau governo, marcado pelo desmonte radical do Estado brasileiro, privatizações e corte na carne das políticas sociais, principalmente de educação e saúde, que esses politiqueiros não se elejam mais, nem pra síndico de prédio...

  • José Vieira dos Santos , quarta, 15 de janeiro de 2020

    Mais uma atitude nobre do CARLOS MANATO! Nas eleições de 2018, quando Manato abriu mão de sua re-eleição certa como Deputado federal, para se arriscar ao Governo do Espírito Santo e dar mais tempo de mídia à candidatura de Bolsonaro, foi chamado de louco, (mas por pouco, não foi pro 2° turno e ganharia a eleição). Os capixabas, hoje arrependidos, preferiram o "centroavante" da ODEBRECHT!!! Agora, Manato se afastou da presidência do PSL, para se dedicar à formação do *Aliança Pelo Brasil*. O PSL é um ótimo partido, mas Manato não poderia negar ao amigo Bolsonaro mais essa tarefa. *🔰Um capixaba preparado e dedicado, que está no rumo certo fazendo história, pelo Brasil.🔰*

Matérias Relacionadas

MDB articula reeleição do prefeito de Colatina para reforçar quadro de filiados

O prefeito Sérgio Meneguelli deixou o partido em 2019 e continua sem filiação partidária

Deputado Marcos Garcia articula candidatura à Prefeitura de Linhares

Marcos Garcia encara como natural a cogitação do seu nome para concorrer à prefeitura

MDB aposta em novas alianças para resgatar espaço perdido em 2018

Roberto Caneiro, Hudson Leal e Amaro Neto definem alianças com o MDB nesta segunda-feira

Disputas partidárias põem  em risco pré-candidaturas a prefeito já anunciadas

O vereador Arnaldinho Borgo, ao contrário do Dr, Hércules, cresce ao se colocar em oposição ao prefeito