Mapa eleitoral

Ecos Republicanos: Lorenzo Pazolini candidato em Vitória e Amaro Neto ao governo em 2022

Nem PSL, nem PSDB. Uma conversa realizada no gabinete do presidente da Assembleia Legislativa, Erick Musso, nesta terça-feira (15), teria fechado de vez a articulação em torno da candidatura do deputado estadual Lorenzo Pazolini (sem partido) à prefeitura de Vitória em 2020 pelo Republicanos. A informação já circula nos bastidores do mercado político e fecha questão, também, em relação à decisão ventilada tempos atrás, de que o deputado federal Amaro Neto, campeão de votos em 2018, irá cumprir seu mandato e se preparar para as eleições ao Palácio Anchieta em 2022, o  que libera ainda o campo na Serra, onde também era cotado como candidato a prefeito. Com apoio de Amaro, o espaço ocupado por Pazolini o colocará em linha de frente com o colega de plenário Sergio Majeski (PSB), o mais votado à Assembleia no ano passado, seguido do delegado na segunda posição. Desde que saiu do PRP, Pazolini é cobiçado por várias legendas e aparece bem posicionado em levantamentos internos na Capital, aproveitando-se da maré positiva para valorizar seu passe. Mas, depois de desfilar na área do PSL, que entrou em crise profunda, e acenar para o ninho tucano, a proposta do Republicanos parece ter falado mais alto no tabuleiro de ofertas. 

Mapa eleitoral II
Já em Vila Velha, outra vitrine importante, o deputado estadual Hudson Leal, apesar das tentativas de se viabilizar, não será candidato. O Republicanos não teria “comprado” o projeto do médico, que iniciou com antecedência as articulações, aliás, ao mesmo tempo em que o ex-prefeito do município Rodney Miranda, derrotado à Câmara e construindo imagem em Goiás, como secretário de Segurança.

Segue...
E aí, vale novamente a pergunta: Rodney vem aí, mais uma vez, reeditando a disputa com o prefeito Max Filho (PSDB)?

Palanque
As definições jogam luz ainda na candidatura do deputado estadual Vandinho Leite (PSDB) na Serra, também integrante do grupo puxado por Amaro e Erick, que se fortalece e tem pretensões políticas ambiciosas para os próximos anos.

Voos altos
E o presidente da Assembleia? Esse cabe em vários projetos nas próximas eleições majoritárias e proporcionais, incluindo, na falta do cabeça de chapa ao governo, uma vice, Senado ou Câmara dos Deputados, a depender da estratégia do momento.

Metas
A reunião do partido de Erick Musso ocorre depois de conversa da Nacional em encontro na última semana, com o presidente Marcos Pereira. O Republicados tem como prioridade candidaturas próprias nas eleições de 2020 em municípios acima de 200 mil eleitores, com a meta de eleger 10% dos prefeitos em todo o Brasil e de, no mínimo, triplicar as bancadas de vereadores. 

Metas II
Para isso, quer formar candidaturas e chapas fortes, que serão submetidas à Nacional, para discussão. Mesma regra caberá em apoios a outros nomes e partidos. 

Abrigo
O Republicanos, até outro dia, tinha planos conjuntos com o PSL no Estado. Agora, aparece entre os partidos que podem receber o presidente Jair Bolsonaro, que declarou guerra ao próprio partido. O que vai dar no final, veremos!

PENSAMENTO:
“A política não deveria ser a arte de dominar, mas sim a arte de fazer justiça”. Aristóteles

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
1 Comentários
Matérias Relacionadas

Mudanças na educação de tempo integral passam em plenário com placar de 17x6

Projeto do governo recebeu críticas de Vandinho Leite, Sergio Majeski e Lorenzo Pazolini

Organização IGH acusa Estado de desassistência por quebra de rescisão 

OS não enviou agenda de consultas por sair antes do previsto e alega que Estado deve pagar rescisões

Projeto mapeia violência contra mulher em Jardim da Penha e Centro de Vitória

“Mapa da violência contra a mulher” recebe denúncias e as transforma em arte e intervenção urbana

Protetores de animais preocupados com casos de esporotricose em gatos

Maior risco é com animais em situação de rua, que interagem com crianças e podem transmitir a doença