Neucimar diz que não se mete na gestão de Max, mas condena empréstimo

Ex-prefeito levanta críticas ao prefeito e diz que teve mais votos em VV do que os aliados de Max juntos

O ex-prefeito de Vila Velha Neucimar Fraga (PSD), sinalizado como candidato à sucessão do prefeito Max Filho (PSDB) em 2020, afirmou que não faria o empréstimo de R$ 130 milhões pretendido pelo tucano e alvo de polêmica no município. 

Ao negar qualquer participação no confronto entre o prefeito e o presidente da Câmara, Ivan Carlini (DEM), seu aliado, Neucimar endereçou críticas à atual gestão de Vila Velha, maior colégio eleitoral do Estado, afirmando que, se fosse o prefeito, faria diferente, deixando claro a pretensão de concorrer à prefeitura. 

“Se fosse eu, abriria um escritório de articulação em Brasília, como fiz na minha gestão, e arranjava recursos a fundo perdido, sem precisar endividar o município”, explicou, acrescentando, porém, que “a gestão é dele”. 

Como primeiro suplente de deputado federal, Neucimar vê possibilidade de assumir uma cadeira na Câmara, caso o governador eleito, Renato Casagrande (PSB), abra a vaga com a convocação de um dos eleitos - Sérgio Vidigal (PDT) e Norma Ayub (DEM) - para ocupar uma secretaria de governo. “Ainda não tive uma conversa com Casagrande nesse sentido, mas estou à disposição para servir ao meu Estado na Câmara”, afirmou.

Sobre as discordâncias entre Max Filho e Ivan Carlini, que ele nega ter qualquer participação, o ex-prefeito comenta que a “queda de braço é com o prefeito, que “há mais de dois anos ainda não fez nada”, reforçando as farpas que marcam a disputa com Max Filho, que o derrotou nas eleições para a prefeitura, em 2010. 

Para Neucimar, ele não saiu em desvantagem nas eleições de 7 de outubro, mesmo sem ter sido eleito deputado federal, apesar de ter atingido 53,7 mil votos, sendo um dos mais bem votados.

“Tive mais votos do que todos os candidatos do prefeito juntos. “O vice-prefeito Jorge Carretam [Avante], Vasco Alves [PPL] e Reginaldo Almeida [PSC], juntos, tiveram menos do que os meus 29 mil votos em Vila Velha”, comemorou Neucimar. 

Segundo o mercado político, a tendência é Neucimar concorrer em 2020 com o candidato de Max Filho, o vice Jorge Carreta (Avante), podendo haver ainda uma terceira candidatura, de Rodney Miranda (PRB), também ex-prefeito e segundo suplente à Câmara Federal. Conhecido apenas como técnico, Carreta obteve 27,8 mil votos para a Câmara, qualificando-se para futuras disputas.

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Vila Velha retira conselhos de UCs da análise de empreendimentos

Ambientalistas acusam prefeitura de promover retaliação da sociedade civil e retrocesso ambiental

Desvios cotidianos

Em meio ao caos do Centro de Vila Velha, o Sr. Antonio resiste à velocidade da cidade e da tecnologia

Rua das Artes homenageia crianças neste domingo

Programação terá exposições de artistas, lançamento de livro, palhaçaria, congo, orquestra e ballet

'Em dez anos como prefeito, não sei o que é um convênio com o governo'

Prefeito Max Filho analisa o fim da Era Hartung e a expectativa para Vila Velha em 2019