Ópera prepara apresentações em Vitória com orquestra totalmente feminina

''A Filha do Regimento'', de Donizetti, será apresentada no Palácio Sônia Cabral pelo grupo Ópera Prima

Uma orquestra com 18 mulheres faz parte da montagem da ópera A Filha do Regimento no Espírito Santo. Com uma equipe majoritariamente feminina, a obra do italiano Gaetano Donizetti é um clássico internacional que será trazido ao palco do Palácio Sônia Cabral, no Centro de Vitória, pela Ópera Prima, que também tem equipe formada, em sua maioria, por mulheres.

Nestas terça 9 quinta-feira (20 e 22), às 18h30, o grupo realiza dois ensaios abertos no local, com entrada gratuita. Nos dias 24 e 25, sábado e domingo, o espetáculo será apresentado de forma completa para o público em geral. Na véspera, dia 23, a apresentação será exclusiva para alunos de escolas da rede pública e convidados.

A Filha do Regimento estreou em Paris em 1840, retratando em forma de comédia a história de Marie, uma criança abandonada e criada dentro de um regimento por soldados franceses. Ela se apaixona por um jovem que decide entrar para o Exército para poder ficar próximo da amada e casar-se. Porém, uma rica marquesa aparece e se diz tia de Marie, que a leva para receber uma educação de alta sociedade e arrumar um casamento com o filho de um nobre para preservar a herança da famílias.

A direção da ópera é de Tamara Lopes, direção musical de Elaine Boniolo e regência da orquestra de Alice Nascimento. O texto da peça foi traduzido e adaptado pela escritora, cantora e atriz Patrícia Ilus, que interpreta a personagem principal.

Para compor a orquestra feminina, foi necessário convidar musicistas de outros estados, já que as poucas que existem com instrumentos de orquestras já trabalham com música nas orquestras existentes no Espírito Santo. "A disparidade entre o número de homens e mulheres em orquestras tradicionais é um fato que ainda podemos constatar em pleno século XXI. Buscando trazer à tona uma reflexão que contribua para uma mudança mais equilibrada, a proposta da ópera é reunir apenas mulheres, inclusive na função de regência", diz o chamado do grupo. A formação de uma orquestra exclusivamente feminina é inédita no Estado.
 

AGENDA CULTURAL

Apresentação da ópera A Filha do Regimento

23 de agosto, às 19h30 - Apresentação gratuita para alunos de escola pública e convidados.

Dias: 24 e 25 de agosto - Sábado às 19h30 | Domingo às 18h

Local: Palácio Sônia Cabral (Praça João Clímaco, s/n - Centro, Vitória. Próximo ao Palácio

Anchieta).

Ingressos: Inteira R$ 40,00 | Meia R$ 20,00 |Promocional: compra antecipada até o dia 18/08

paga R$ 15,00.

Classificação: 12 anos.

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

MUG encanta e Boa Vista empolga no Sambão do Povo

Escolas brilham e devem disputar título do Carnaval de Vitória, em que juntas venceram últimas 10 edições

Cineclube visibiliza produção de mulheres negras no cinema

Com sessão infantil e lançamento de livro, Cineclube Afoxé retoma atividades em 2020

Peixe Boi Fest reúne rock e psicodelia em Vitória

Evento acontece neste sábado no BlackBox Pub, com show de Maré Tardia (foto) e outras três bandas autorais

Caminhada dos Zumbis Contemporâneos abre inscrições para 10ª edição

No dia 21 de março, grupo vai percorrer 18 km à noite rumo ao restaurado sítio histórico de Queimado