Pacote de retrocesso

Alô, Luciano Rezende, vai deixar passar essa lei de Davi Esmael “contra a nudez”?

Enquanto o autor, vereador de Vitória Davi Esmael (PSB), comemora e divulga apoio nas redes sociais para tentar afastar as críticas, professores e movimentos da sociedade civil reagem e reivindicam uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) movida pela prefeitura de Vitória. A polêmica em questão é mais uma da “onda conservadora” que avança no País e envolve representantes de áreas religiosas, principalmente evangélica, reduto eleitoral do vereador. Na tentativa de emplacar o Escola Sem Partido, Davi saiu-se derrotado, com a suspensão pela Justiça da tramitação do projeto. Desta vez, porém, conseguiu articular a derrubada do veto do prefeito Luciano Rezende (PPS) a uma proposta de 2016 que proíbe - para resumir, porque é ainda pior - acesso a “conteúdo erótico” (imagens, músicas e textos “obscenos”) por crianças e adolescentes não só em material escolar da rede municipal, incluindo nesses casos de História e Arte, como de órgãos públicos de saúde, assistência social e direitos humanos, que têm o dever de trabalhar campanhas para orientar a população. Não bastassem a censura e a mordaça aos professores, que viraram vilões da sociedade e são alvos também em projetos na Assembleia Legislativa, tem mais essa agora! Cadê a providência, prefeito?

Pacote de retrocesso II
O vereador de oposição, Roberto Martins (PTB), que é professor, ficou ao lado do veto do prefeito, tamanho absurdo. No seu Facebook, ele diz que fez de tudo para convencer os colegas de que livros com obras de arte de nudez não se encaixam no conceito e alertou: “Temas como o Renascimento Cultural não poderão mas ser trabalhados nas salas de aula”. Foi em vão.

Perdi essa parte
Pergunta que não quer calar: qual escola da Capital e secretaria municipal – Saúde, Assistência Social e Direitos Humanos – tem espalhado “pornografia” por aí?

Alinhados
Davi publicou em suas redes sociais comentário em favor do projeto do procurador da República do Distrito Federal, Guilherme Schelb. O que não diz nada. Também evangélico, ele foi cotado como ministro da Educação e é conhecido como defensor ferrenho do Escola Sem Partido e por suas declarações polêmicas até contra a Organização das Nações Unidas (ONU), “por estimular a sexualidade das crianças”.

Inspiração
Na “moda” do lema do governo Jair Bolsonaro, Davi Esmael criou sua própria hashtag: #acidadeacimadetudo. Ai, ai...

Prefeito folião
Por falar em Luciano, ninguém pode dizer que o prefeito não gosta de carnaval de rua. No comando da maior programação do Estado, esteve presente em vários blocos, acompanhado da mulher Marina e amigos. E não foi aquela passadinha rápida de figuração, não. Luciano curtiu no estilo folião.

Prefeito folião II
Ao contrário do Sambão do Povo, que a classe comparece todo ano em peso, não é comum esbarrar em políticos nos blocos de ruas em Vitória. Resta saber se e a presença de Luciano, os sorrisos e apertos de mão se convertem em terreno político. Talvez, quem sabe...

Protesto
Embora os eleitores de Bolsonaro tentem minimizar, inclusive no Estado, que votou em peso nele, as críticas ao atual governo marcaram, sim, o carnaval de rua deste ano. Não eram gritos de apenas “gatos pingados”, nem aqui, nem em outras cidades do País. 

Protesto II
Na Capital, o tom contra Bolsonaro, muitas vezes emendado de um “Lula livre”, subiu no maior bloco local, Regional da Nair, assim como no coletivo BatuQdellas, Vai que Gama, Bloco Bleque e Amigos da Onça. Isso só para falar dos principais.

Em campo
A propósito, o interlocutor do presidente na Câmara dos Deputados e presidente do PSL capixaba, Carlos Manato, aproveita o recesso parlamentar para cumprir agendas no Estado. Nesta quinta-feira (7), rodou pela região serrana, onde nasceu, em Alegre e adjacências, anunciando emendas e obras. Manato “tá que tá”.

Marca
A deputada federal e cantora gospel Lauriete (PR) comemora nas redes sociais que atingiu a marca de 1 milhão de seguidores no Facebook. De fato, “gente pra dedéu”.

PENSAMENTO:
“Nada é mais falso do que uma verdade estabelecida”. Millôr Fernandes

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
3 Comentários
Matérias Relacionadas

Eleição comunitária na Ilha das Caeiras reúne opositores de Luciano

O presîdente da Câmara, Cléber Félix, pré-candidato em 2020, testa seu prestígio na eleição deste domingo

Engolidos

A cada jogada de Gandini e Luciano Rezende, mais exposta fica a dificuldade de erguer o palanque de 2020

Roberto Martins reúne documentos para montar CPI do Porta a Porta

O vereador espera apresentar o pedido de investigação sobre o serviço em Vitória até a próxima semana

Vereador vai pedir abertura de CPI contra o prefeito Luciano Rezende

Roberto Martins tomou a decisão após denúncias feitas por pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida