Pedra Menina recebe mutirão para reconstruir acessos do Parque do Caparaó

Primeira ação acontece neste sábado. Voluntários cadastrados podem participar

Está previsto para este sábado (15), caso o tempo não seja de muita chuva, o primeiro mutirão para reconstrução das estradas e acessos internos do Parque Nacional (Parna) do Caparaó, na portaria capixaba de Pedra Menina, em Dores do Rio Preto. 


Foto: ICMBio

A ação é a primeira de uma série, sob coordenação da chefia do Parna e baseada no relatório técnico da equipe de engenharia do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), que administra a unidade de conservação. O relatório foi apresentado esta semana para os servidores do parque e parceiros, incluindo empresários do trading turístico e lideranças ambientais e políticas da região. 

“Analisando friamente, a gente enxerga as soluções. Não parece mais tão terrível quanto se mostrou num primeiro momento. Requer ações pontuais em estradas, pontes e acessos. Nada tão difícil quanto pensávamos”, comenta Marcelo Sanglard, presidente do Circuito Caparaó Capixaba, uma união de vários empreendimentos turísticos instalados nos municípios do entorno direto e indireto da Serra do Caparaó no Espírito Santo – Divino de São Lourenço, Dores do Rio Preto, Ibitirama e Guaçuí. 

Nessa reconstrução do parque após as enchentes de janeiro passado, o Circuito também trabalha para intensificar as campanhas de divulgação de outros atrativos turísticos da região, para além da subida até o Pico da Bandeira, o terceiro mais alto do país e o maior da Mata Atlântica, com 2.892 metros de altitude, atrás apenas dos amazonenses Picos da Neblina e 31 de Março, em Roraima, na fronteira com a Venezuela. 


Foto: Reprodução/Instagram

A diversificação de opções de passeio também é uma recomendação do relatório técnico do ICMBio. Neste sábado, já vai ser trabalhada a abertura de acessos a vários poços e novas trilhas no primeiro quilômetro da estrada interna, após a portaria. 

“A Natureza é maravilhosa. Uma árvore caída com as chuvas abriu uma clareira para construirmos uma trilha e chegar a lindos poços e cachoeiras que eram desconhecidos por todos aqui”, declara Marcelo Sanglard. 

Neste primeiro mutirão, a intenção é fazer uma limpeza prévia antes dos trabalhos mais pesados. Retirada de árvores caídas, pedras e bloquetes estão na lista. Os voluntários inscritos no parque podem participar. 

Em paralelo, o Circuito, com apoio de todos os parceiros oficiais e não-governamentais, também trabalha na criação de um site, de campanhas nas redes sociais e arrecadação de fundos, que viabilizem o fortalecimento e diversificação da atividade turística do Caparaó. 

“Tenho certeza que as condições de visitação do parque e a quantidade de atrativos do Espírito Santo, ao final, estarão melhores que estavam antes da enchente. Vamos sair melhores e mais bem instalados, muito mais, do que antes”, profetiza o presidente do Circuito. 

Doações em dinheiro podem ser feitas na seguinte conta:

Bancoob/Sicoob
Banco nº 756
Agência: 0001-9
C/P: 63.257.610-3
Associação Circuito Caparaó Capixaba
CNPJ: 25.026.945/0001-03

Leia Também:

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

‘Bloco dos voluntários’ faz mutirão de Carnaval no Parque Nacional do Caparaó

Sem orçamento federal para as obras, comunidade arrecada doações e recupera estradas da portaria capixaba

Pedra Menina realiza mutirão para reconstruir acessos do Parque do Caparaó

Primeira ação foi transferida para esta quarta-feira. Voluntários cadastrados podem participar

Circuito Caparaó realiza levantamento dos prejuízos com fechamento de parque

Parque Nacional do Caparaó está fechado por tempo indeterminado, impactando o turismo local

Cultivo de oliveiras pode diversificar economia do Caparaó

Dominada pela agricultura do café com leite, região tem clima propício e recebeu a proposta com entusiasmo