Professores de Vitória próximos de receber R$ 3,8 mil por 40 horas semanais 

Proposta de reajuste em 50% do valor do piso nacional foi aprovada em primeiro turno por unanimidade

Os 4.732 professores que compõem a rede de educação de Vitória estão próximos de receber um salário de R$ 3,8 mil por 40 horas semanais de trabalho. Por unanimidade, os vereadores da Capital aprovaram, no final da tarde dessa terça-feira (19), a proposta de Emenda à Lei Orgânica nº 1/2019. A matéria, de autoria dos vereadores Roberto Martins (PTB), Luiz Paulo Amorim (PV), Cleber Felix (PP), Sandro Parrini e Neuzinha de Oliveira (PSDB), tem o objetivo de aumentar o piso salarial para os servidores do magistério. O valor passa a ser 50% maior que o Piso Nacional, que atualmente, é de R$ 2,5 mil/40h.

Dentro do prazo de dez dias, três de dezembro, a matéria será votada em segundo turno. Por se tratar de uma emenda à lei orgânica, a votação não passa pela Prefeitura de Vitória, mas acontece em dois turnos no Plenário da Câmara. De acordo com o vereador Roberto Martins (PTB), autor do projeto, para ser aprovado, o projeto precisa de dez votos a favor da emenda em segundo turno. 

Comentando o clima da votação, Martins, que também é professor, disse que a Câmara Municipal foi transformada em uma sala de professores. “Já aprovamos importantes projeto dentro da Câmara, mas, mesmo com 35 anos de experiência como professor, tenho a convicção que hoje é um dia de muita alegria. É restaurar a dignidade dos professores de Vitória", reforçou. 

Professor e diretor de escola da Capital, Aguinaldo Rocha de Souza também considerou o dia histórico. "Nosso objetivo é lutar sempre para que a educação seja debatida. Neste dia, estamos tendo a oportunidade de corrigir mais de 27% de perdas inflacionárias que tivemos ao longo dos anos", declarou Aguinaldo. 

No dia três de outubro deste ano, os vereadores da Comissão de Educação haviam aprovado a proposta, que também determina que o ingresso na carreira se dará exclusivamente por concurso público de provas e títulos. 

Concurso em andamento

A Prefeitura de Vitória está com concurso para provimentos de cargos para o magistério em andamento. Depois de problemas registrados na execução do certame, cujas provas foram realizadas no dia 26 de outubro, a entidade organizadora, o Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo (Ibade), anulou as provas para dois cargos, que refarão a prova no próximo domingo (24).

A seleção contou com mais de 20 mil inscritos concorrendo a 172 vagas para professores da Educação Básica em diversas áreas.
 

Leia Também:

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Câmara de Vitória vai votar piso salarial do magistério na próxima terça-feira

Autor do projeto, Roberto Martins, convoca professores para a votação, que ocorrerá em dois turnos

Professores da Ufes disputam direção do sindicato da categoria 

Três chapas participam do pleito, sendo uma representando o movimento de direita 

Prefeitura vai executar reintegração de posse do Edifício Santa Cecília

As 40 famílias, ao todo 109 pessoas, sendo 35 crianças e três idosos, organizam um protesto em Vitória

‘As políticas públicas de inclusão não podem sofrer retrocessos’

Vereador Roberto Martins acompanha caso de criança autista suspensa de escola em Jardim da Penha