Projeto de poder

Sem vez no Estado, Hartung consolida sua entrada em grupos ligados a empresários como Luciano Huck

Sem mandato no Espírito Santo e com a caneta na mão do seu principal adversário político, Paulo Hartung consolida no cenário nacional as articulações na direção de grupos que vendem a marca da renovação e que têm apoio do apresentador de TV, Luciano Huck, e do seu conhecido articulador no campo nacional, o economista Armínio Fraga. Nessa quarta-feira (3), após divulgação na coluna de Lauro Jardim, em o Globo, Huck comemorou nas redes sociais a entrada dos dois no Movimento Agora! “Enorme contribuição para um movimento cívico que se propõe a construir uma agenda para o país”, exaltou. O outro grupo acenado por Hartung após deixar o Palácio Anchieta e também sob influência dos mesmos personagens, o Renova BR, acaba de divulgar abertura do seu novo processo seletivo, desta vez para a disputa municipal de 2020, que é a prévia das majoritárias de 2022. Além da conversa de renovação, formação política e excelência em gestão, eles juram também que são “suprapartidários” e apenas pretendem ajudar o País. Nada de interesse de mercado, nem projeto de poder, viu?! Me engana...

Procura-se
Quem quiser fazer parte do “time”, as inscrições para o Renova BR vão do dia 2 de abril a 15 de maio. Capixabas serão mais uma vez habilitados?

Marca 
No ano passado, de cinco nomes do Estado que ingressaram no programa, só um triunfou. Foi exatamente a boa surpresa do pleito, que já faz história por ser o primeiro deputado federal cego do País: Felipe Rigoni (PSB), de 27 anos. O segundo mais votado, com 84 mil votos, para o primeiro mandato público. A atuação de Rigoni, porém, é mais ligada a outro movimento, o Acredito.

Sem expressão
Rigoni faz parte dos 15 deputados federais e dois senadores eleitos como resultado desses grupos de renovação política, criados recentemente no País. O total de candidatos somava 120, incluindo mais os quatro nomes do Estado, todos com resultados pífios no pleito.

Sem expressão II
Gustavo de Biase (Rede) foi derrotado à Câmara dos Deputados com 5,5 mil votos; o ex-secretário de estado Júlio Pompeu (PDT), com 2 mil votos à Assembleia Legislativa; a jornalista Sandra Freitas (PSDB) com 7 mil à Assembleia; e o também ex-secretário Octaciano Neto (PSDB) desistiu da disputa à Câmara.

Sem dor de cabeça
Alguém ainda se lembra daquele caso do prefeito de Viana e presidente da Associação dos Municípios do Estado (Amunes), Gilson Daniel (Pode), parado numa blitz da Polícia Rodoviária Federal em 2015, na BR 262, com R$ 41 mil em espécie? Então, o inquérito civil aberto no Ministério Público do Estado (MPES) para investigar a origem da verba foi arquivado, “devido à inexistência de indícios e provas”.

Sem dor de cabeça II
A suspeita levantada era de que os R$ 41mil seriam pagamentos realizados a empresas contratadas sem licitação para realização da festa de 153 anos de emancipação de Viana. A promotora de Justiça Isabela de Deus Cordeiro apontou, porém, inexistência de indícios e elemento de prova que justificassem a propositura de ação civil pública.

Refresco de memória
Na época, Gilson Daniel entrou em contradições ao explicar o que faria com o dinheiro, justificado como economia pessoal para negociar imóvel, e o motivo de ter dispensado o motorista justamente naquele dia. Mas aí, como sempre ocorre em casos desse tipo, apelou para dar conotação política ao caso, com direito à gravação de vídeo com a família nas redes sociais.

Desembucha!
O presidente do PRB Nacional, Marcos Pereira, liberou nesta quinta-feira (4) a bancada do partido para votar como cada um bem entender na reforma da Previdência de Bolsonaro. E aí, campeão de votos Amaro Neto? De que lado vai ficar?

Anota, aí!
Em mais uma transmissão do cargo para o vice e secretário de Obras e Habitação de Vitória, Sérgio Sá (PSB), nessa quarta-feira (3), Luciano Rezende (PPS) resolveu valorizar: "É muito raro um prefeito passar o comando de uma prefeitura por cinco ou seis vezes. Sérgio é uma pessoa da minha inteira confiança. Um homem de bem, íntegro”. Só pra lembrar, apesar das articulações em torno do aliado Fabrício Gandini (PPS), Sérgio não é carta fora do baralho da sucessão de 2020.

Dança das cadeiras
Quem também assumiu cargo sob elogios de Luciano foi o vereador Nathan Medeiros (PSB), agora secretário da Central de Serviços da prefeitura. Ele entra no lugar de Leonardo Amorim Gonçalves, que foi para a Secretaria Municipal de Transportes. Já na Câmara, o suplente de Nathan é José Adolfo Amaral (PHS) - o quarto da fila, os anteriores recusaram ou já estão em cargos públicos.

PENSAMENTO:
“Enquanto houver matadouros, haverá campos de guerra”. Leon Tolstói

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

‘Paulo Hartung é um coronel da pior espécie’, diz Luis Nassif na TV GGN

É perigoso o jogo da XP e do Itaú, de apoiar Huck e Hartung à Presidência após a ''implosão'' de Bolsonaro

Luciano Huck faz Hartung sair dos bastidores depois de driblar a derrota em 2018

Apresentador de TV percorre o Brasil como estratégia para as eleições de 2022, tendo Hartung como vice

MPES notifica Max Filho para não sancionar projeto que anistia edificações

Proposta do executivo aprovada em julho pela Câmara é apontada como inconstitucional e ilegal

#vetagovernador

Posição antecipada por Casagrande sobre projeto do MPES está na contramão do pleito dos servidores