PSB define neste fim de semana expulsão de Felipe Rigoni e Ted Conti

Deputados federais do Estado rejeitaram decisão do partido e votaram a favor da reforma da Previdência

O PSB se reúne nesta sexta-feira (30) e sábado (31), em Brasília, para analisar os processos dos parlamentares que votaram a favor da reforma da Previdência, contrariando decisão do Diretório Nacional. As punições vão desde advertência até expulsão. 

Os capixabas Felipe Rigoni e Ted Conti estão entre os 11 dos 32 parlamentares do PSB inseridos na pauta, que analisa, também, pontos da autorreforma do partido. Os dois deputados do Estado contam com apoio do governador Renato Casagrande, liderança da Nacional do partido.

Serão apreciados os pareceres do Conselho de Ética sobre os  deputados federais que votaram a favor da reforma e, pela primeira vez, o partido transmitirá a reunião do colegiado ao vivo pela TV40, pelo Facebook e Youtube.

Na sexta-feira, a reunião começa com a votação de resoluções e prossegue com o tema da conferência nacional sobre a autorreforma do PSB, marcada para novembro, e que pretende atualizar o seu Manifesto de 1947 e o programa partidário. Em um vídeo que será exibido durante a reunião, o presidente nacional, Carlos Siqueira, falará sobre a crise do sistema político-partidário e os propósitos do processo de autorreforma.

Em seguida, serão apreciados os 11 processos abertos na Comissão de Ética sobre os votos de parlamentares favoráveis à reforma da Previdência. Cada deputado terá oportunidade de defesa oral.

Os parlamentares foram inseridos na representação acatada pelo Conselho de Ética do PSB, em 15 de julho, em atendimento à solicitação de seis segmentos sociais organizados do partido por terem votado a favor da reforma. O documento foi apresentado ao presidente nacional do partido, Carlos Siqueira, que encaminhou o processo ao Conselho. Depois de notificados, os deputados tiveram 10 dias para apresentar suas defesas por escrito. 

Além de Felipe Rigoni e Ted Conti, votaram a favor da reforma os deputados Emildinha Madeira, de Minas Gerais; Felipe Carreras, Pernambuco; Jefferson Campos, São Paulo; Rodrigo Agostinho, São Paulo; Rodrigo Coelho, Santa  Catarina; Rosana Valle, São Paulo; Liziane Bayer, Rio Grande do Sul; Átila Lyra, Piauí; e Luiz Flávio Campos, São Paulo. 

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
3 Comentários
  • Julio Cesar , quinta, 29 de agosto de 2019

    Felipe Rigoni e Ted Conti não devem se preocuparem com Partido. Lugar não vai faltar para vcs 2. Parabéns por pensarem no BRASIL e não em apenas um Partido Político! PSB é esqueda e de esquerda estamos de saco cheio. #FATO#

  • RONALDO CHAGAS , quinta, 29 de agosto de 2019

    Historicamente o PSB abriga malfeitores da lei. Ted é suplente...de Renato Casagrande quiser, resolve isso rapidinho.

  • ROR , sexta, 30 de agosto de 2019

    URGENTE CRIAR A FRENTE DEMOCRÁTICA CONSTITUCIONALISTA 2019. Passou da hora dos políticos de ideologia constitucionalista, social e trabalhista ou esquerda democrática unirem, inclusive com petistas moderados, para criar o FÓRUM DA DEMOCRACIA CONSTITUCIONALISTA BRASILEIRA, antes que a ditadura volte ao poder em 2022. Quem votou nos candidatos do Partido Social Brasileiro, Partido dos Trabalhadores, PDT e similares foi acreditando que seriam representantes dos menos favorecidos, dos trabalhadores, de sérios empresários e da nacionalidade brasileira. Precisam respeitar a constituição e as leis trabalhistas e não aos investidores intencionais e acionistas, que não dão empregos e nem fazem crescer a economia do Brasil. A grande culpa do desemprego e da piora econômica é dos falsos representantes do povo, que votam de formas reiteradas contra as melhorias na educação, saúde, trabalho e contra a valorização de empresas honestas. Políticos gananciosos costumam fazer vistas grossas ao crime organizado de todos os tipos e níveis e, portanto, a social democracia precisa se unir naquilo que são iguais antes que os empresários virem todos investidores intencionais e não haja mais empresas para gerar economia e empregos.

Matérias Relacionadas

Núcleo de Apoio Sócio-Cognitivo do Espírito Santo busca financiamento

Assunto é tema de reunião da Comissão de Saúde da Ales, por iniciativa de Hudson Leal (Republicanos)

Emendas na reforma da Previdência favorecem trabalhadores de áreas de risco

O senador Paulo Paim (PT-RS) assumiu compromisso com entidades capixabas do Fórum Direito Sindical

Contarato: 'Fico triste quando vejo pobre defendendo a reforma da Previdência'

O senador foi o único da bancada capixaba a votar contra a proposta, já aprovada em primeiro turno

PSB promove seminário no Espírito Santo para discutir 'o futuro do Brasil'

Casagrande participará de uma mesa de debates com o presidente nacional do partido, Carlos Siqueira