Roberto Martins reúne documentos para montar CPI do Porta a Porta

O vereador espera apresentar o pedido de investigação sobre o serviço em Vitória até a próxima semana

Vídeos, contratos, editais e outros documentos já estão com o vereador Roberto Martins (PTB) e farão parte da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar denúncias sobre irregularidades e superfaturamento no programa Porta a Porta da Prefeitura de Vitória. Até esta sexta-feira (7), além de Martins, já havia assinado o pedido de investigação o vereador Davi Esmael (PSB).  

Nos bastidores da Câmara de Vereadores, há pressões a fim de evitar a instauração da CPI, cujo andamento repercute negativamente para o prefeito Luciano Rezende (PPS) e também no seu candidato para sucedê-lo nas eleições de 2020, o deputado estadual Fabrício Gandini (PPS). 

O vereador Roberto Martins espera pedir a CPI à Câmara de Vitória na próxima semana, dando prosseguimento ao anúncio feito nessa terça-feira (4) para investigar falhas na prestação do serviço, criado para transportar pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, depois de denúncias formuladas por cadeirantes.  

As denúncias são resultantes de protestos do Movimento de Valorização da Acessibilidade (Mova), dando conta de que a empresa contratada pela gestão do prefeito Luciano Rezende, com dispensa de licitação, a HM Rent Car Eireli ME, teria um contrato superfaturado. 

Um grupo de 10 cadeirantes do Mova esteve na Câmara nessa terça, para  formalizar as denúncias. Eles apresentaram um vídeo detalhando as falhas da empresa, contratada com valores que podem chegar a R$ 1,8 milhão. 

Nesta sexta-feira, Roberto Martins manteve contatos com outros vereadores, a fim de garantir a assinatura no documento inicial da CPI. Além do autor da petição à Câmara e de Davi Esmael, se comprometeram a apoiar a investigação Mazinho dos Anjos (PSD), Neuzinha Oliveira (PSDB), Davi Esmael (PSB) e Cleber Felix (Prog).

Leia Também:

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Esportistas dizem não à exploração comercial da guarderia da Curva da Jurema

ONG que administra o espaço há 11 anos pediu que Ministério Público investigue ilegalidades no processo

‘As políticas públicas de inclusão não podem sofrer retrocessos’

Vereador Roberto Martins acompanha caso de criança autista suspensa de escola em Jardim da Penha

Pressão do empresariado retira de pauta votação do IPTU Progressivo em Vitória

Projeto de Roberto Martins regulamenta cobrança, que serve para evitar que imóveis sejam mantidos vazios

Projeto para implantar IPTU progressivo em Vitória será votado na Câmara

Lei proposta pelo vereador Roberto Martins atende a anseios de movimentos que lutam por moradia