Saída de Lauriete do PL deve provocar debandada do partido no Estado

A deputada Lauriete Rodrigues se diz perseguida e isolada pelo ex-marido, Magno Malta

Um pacote de desfiliações do Partido Liberal (PL) no Espírito Santo está sendo preparado para dar entrada na Justiça Eleitoral nos próximos dias. O ato é decorrente da desfiliação da deputada federal Lauriete Rodrigues, que se sente perseguida e isolada pelo ex-marido, o ex-senador Magno Malta, presidente da sigla no Estado. 

Nessa terça-feira (23), a parlamentar acionou o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com pedido de desfiliação sem a perda do mandato. A solicitação, que visa o reconhecimento de justa causa para se filiar a outro partido, será adotada também pelo vereador de Vila Velha Heliossandro Matos, que espera a adesão de mais de 20 vereadores de outros municípios.

Lauriete já manteve contato com o prefeito de Vila Velha, Max Filho (PSDB), e, segundo informações de bastidores, ela deve integrar essa sigla, mas a assessoria da parlamentar afirma que ela somente irá se pronunciar sobre o assunto depois da conclusão do processo.

Desde o início do ano, ela tem sido preterida e alijada das atividades partidárias pelo presidente regional, Magno Malta, o que gerou um "clima de notória perseguição”. A parlamentar defende candidaturas avulsas, de acordo com o texto distribuído por sua assessoria. "O povo vota no candidato e não no partido. Somos reféns de siglas fisiológicas, que se estruturam e sobrevivem às custas de cargos e dinheiros públicos”.

A petição ao TSE leva o número 0600599-17.2019.6.00.0000 e tem como relator o ministro Sérgio Banhos. O advogado responsável pela ação declaratória de justa causa para desfiliação partidária é Helio Deivid Amorim Maldonado. Trata-se de ação de declaratória de justa causa para desfiliação partidária, em desfavor do Partido Liberal (PL). 

Antes da decisão de acionar o TSE, Laurite encontrou-se com o ex-deputado federal Valdemar Costa Neto, um dos coordenadores do PL em nível nacional, encontrando resistências ao seu nome para tocar o partido no Espírito Santo, mantendo-o atrelado ao ex-senador Magno Malta.
 

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Lauriete aguarda saída do PL mas já articula alianças de olho na reeleição

Deputada federal se queixa de retaliação e boicote do ex-senador Magno Malta, seu ex-marido

Declaração de ex-secretário que expõe perfil nazista do governo gera repúdio

'Alvim caiu porque não disfarçou. Contou o segredo', ironiza a atriz e poeta Elisa Lucinda

Ação, reação

Comemorada pela Direita e Magno Malta, retirada da faixa Lula Livre no Centro vai parar na Polícia

Quem não conhece...

Rejeitado nas urnas e réu em ações por um caso absurdo, Magno Malta é ''o maior patrimônio do PL no País''