‘Se for da vontade de Deus e da população, eu não irei decepcionar’

Delegado Fabiano Contarato votou na manhã deste domingo na FDV, acompanhado do prefeito Audifax

Acompanhado do prefeito da Serra, Audifax Barcelos, presidente estadual da Rede Sustentabilidade, o delegado Fabiano Contarato votou na manhã deste domingo (7), na Faculdade de Direito de Vitória (FDV). Ele chegou ao local às 8h44, após participar de uma missa em Vila Velha, cumprimentou eleitores e policiais militares, e adotou cautela ao comentar os resultados das pesquisas eleitorais que o apontam como a surpresa da disputa ao Senado deste ano. “Hoje tudo pode acontecer”, destacou.

Em curva ascendente e acelerada nas intenções de votos no último mês, Contarato tratou os levantamentos como “estatísticas, apenas números”. Para ele, “não há um favorito: eleição, só ao término da apuração. Mas se for da vontade de Deus e da população, eu não irei decepcionar”, garantiu. 

O delegado voltou a aparecer bem situado no cenário da disputa em pesquisas do Ibope e Futura, contratadas pela Rede Gazeta e divulgadas na noite desse sábado (6). Contararo está à frente do senador candidato à reeleição, Magno Malta (PR), mas em empate técnico na margem de erro. Os demais candidatos, senador Ricardo Ferraço (PSDB) e o instrutor da Swat, Marcos do Val (PPS), se localizam logo atrás, em um cenário ainda embolado, com riscos para os atuais detentores de mandato.

Contarato atribuiu a consolidação de sua candidatura a uma campanha feita com “amor, pouco recurso, mas com muita ética, dignidade, respeito e espírito de equipe”. Ele criticou os políticos que, com mandato, não fizeram nada pela população, lembrando seu trabalho à frente da Delegacia de Trânsito. “Sem mandato, mostrei que, efetivamente, tenho coragem para chegar e resolver”, remetendo à frase que marcou o lema de sua campanha. 

Contarato não quis antecipar as prioridades de um possível mandato, afirmando que prefere aguardar com humildade o resultado das eleições. Ele passará o dia em casa, ao lado da família e do filho, a quem se referiu com muita emoção. “Houve renúncia, esse foi dos momentos mais difíceis”.

0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para manter ativo.
Matérias Relacionadas

Fim da linha?

Embora Lelo tenha no comando do MDB sua boia de salvação, ruídos consideram sua permanência insustentável

Campo aberto

Com saldo negativo, MDB se movimenta para disputa interna: Marcelino Fraga é forte candidato ao posto

Confete mineiro

Mais apagado do que aceso por aqui, Hartung é cortejado por empresário eleito ao governo em MG, Romeu Zema

A herança de PH

Com vitória de Bolsonaro, Carlos Manato ocupará hierarquia do espaço deixado por Hartung