Secult publica 19 editais de cultura com investimento de R$ 10 milhões

Editais tiveram algumas mudanças no primeiro ano de gestão de Fabrício Noronha à frente da secretaria

A Secretaria de Estado da Cultura (Secult) publicou nesta segunda-feira (25) os editais de fomento à cultura de 2019. Com recursos do Fundo Estadual de Cultura, são 19 editais para diferentes linguagens artísticas e culturais, totalizando um valor de R$ 10 milhões a serem investidos em mais de 300 projetos que serão selecionados por júris especializados.

O período de inscrições tem início nesta quinta-feira (28) e segue até 27 de janeiro. Os projetos devem ser inscritos por meio de plataforma online disponibilizada no site da Secult, embora alguns deles também permitam inscrição de forma impressa ou digital pelos Correios ou pelo protocolo da secretaria, como o caso dos prêmios para mestres e mestras das culturas populares, patrimônio imaterial, artes circenses e culturas populares e tradicionais.

Entre as novidades apresentadas neste ano está a criação de editais de Territórios Criativos e Programação Continuada de Espaços Culturais e a readequação de outros, criando editais de Patrimônio Arquitetônico, Patrimônio Imaterial e Culturas Urbanas, que substitui o edital de Valorização da Cultura Hip Hop. Entre outros editais estão os que contemplam áreas como teatro, dança, circo, artes visuais, música, ópera, literatura, além de coletivos culturais, diversidade cultural, pontos de memória e outros.

Não foram incluídos no chamado os editais referentes ao setor audiovisual. Em junho deste ano havia sido lançado em separado uma seleção para projetos deste setor, por meio de parceria com a Agência Nacional de Cinema (Ancine), embora com recursos estaduais referentes ao ano de 2018.

Sobre os editais que estão abertos, a Secult informou que durante o prazo de inscrições realizará oficinas de capacitação para os agentes culturais que queiram inscrever projetos. Podem participar tanto pessoas físicas como coletivos informais e pessoas jurídicas sem fins de lucros.

Confira o conteúdo dos editais na página da Secult.

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

O 'rock psicolésbico' cafona de Roberta de Razão

Formada na escola hardcore e punk vilavelhense, Lorena Bonna abraça brega e sofrência em novo projeto

Cineclubes realizam exibição gratuita de Bacurau em Vitória

Na coluna: reforma de edifícios históricos na Prainha, festival de música em Itaoca, Oses contrata músicos

Aldeia Temática de Aracruz lança Plano de Visitação para etnoturismo

Espaço recebe visitantes que queiram conhecer cultura indígena e a Mata Atlântica no Espírito Santo

Coco, afoxé, maracatu e congo no Mucane

Debate, oficinas e apresentações musicais marcam aniversário dos grupos Arakorin e Maracatu Santa Maria