Semana marca reinício do ano legislativo em clima de campanha eleitoral

Pelo menos 15 dos 30 deputados estaduais têm os nomes cotados para candidatura às prefeituras este ano

A primeira segunda-feira de fevereiro (3) marca o fim do recesso parlamentar, com o retorno das sessões na Assembleia Legislativa e câmaras de vereadores, neste ano já em clima de da campanha eleitoral. Deputados e vereadores irão concorrer nas disputas municipais de outubro e já se movimentam para garantir a vaga em seus partidos. 

Na Assembleia Legislativa, pelo menos 15 dos 30 deputados serão candidatos a prefeito ou têm o nome cotado para concorrer as eleições. Na Câmara de Vitória, dos 15 vereadores quatro deverão disputar vagas nos seus respectivos partidos, seja para concorrer, de fato, ou visando ganhar musculatura para as eleições de 2022, quando poderão entrar na disputa de deputado estadual ou federal.  

Entre os deputados estaduais, os nomes sinalizados como pré-candidatos são os seguintes: Marcelo Santos (PDT) e Euclério Sampaio (sem partido), em Cariacica; Dr. Hércules (MDB), Hudson Leal (Republicanos) e Danilo Bahiense (PSL), Vila Velha; Alexandre Xambinho (Rede), Vandinho Leite (PSDB), Torino Marques (PSL) e Lorenzo Pazolini (sem partido), na Serra; Carlos Von (Avante), Guarapari; e Marcos Garcia (PV), em Linhares. Em Vitória, Sergio Majeski (PSB), Fabrício Gandini (Cidadania), Capitão Assumção (PSL) e Iriny Lopes (PT). 

Na Câmara da Capital articulam pré-candidaturas Cleber Felix (Prog), David Esmael (PSB), Mazinho dos Anjos (PSD) e Roberto Martins (PDT). 

Da bancada federal, entrarão na disputa os deputados Amaro Neto (Republicanos), Vitória; Sérgio Vidigal (PDT), na Serra; e Norma Ayub (DEM), em Marataízes. Dos três, apontados como favoritos no mercado político, somente Norma já anunciou a pré-candidatura. Amaro Neto e Sérgio Vidigal articulam as candidaturas, deixado para confirmar, no entanto, em março/abril, dentro dos prazos estabelecidos pela Justiça Eleitoral. 

A Assembleia Legislativa dará continuidade aos trabalhos da 19ª legislatura, com sessão solene de instalação às 15 horas de segunda-feira (3), no Plenário Dirceu Cardoso. A sessão de instalação será presidida pelo deputado Erick Musso (Republicanos), auxiliado pelo 1º e 2º secretários, respectivamente, deputados Luciano Machado (PV) e Emilio Mameri (PSDB).

Na terça-feira (4), haverá a primeira sessão ordinária do ano, a partir das 15 horas. Com o fim do recesso parlamentar, a Assembleia volta à programação habitual, com sessões ordinárias nas segundas e terças-feiras às 15 horas, e quarta às 9 horas, além das reuniões das comissões.

Já a Câmara de Vitória reinicia o ano legislativo com a discussão do projeto que cria o Fundo de Defesa Civil, ampliando a proposta original, do Executivo, com maior representatividade da sociedade civil e a inclusão de um representante da Câmara. 
 

Outro assunto a ser tratado é o inquérito civil do Ministério Público para apurar denúncia sobre supostos gastos do prefeito Luciano Rezende com autopromoção em veículos de comunicação, segundo investigação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). 

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Atravessou o samba

Depois de tentar atropelar a escola de Casagrande na avenida, Erick Musso ensaia retorno ao Carnaval

Sergio Majeski quer reduzir número de assessores na Assembleia Legislativa

O deputado estadual trabalha com nove assessores em seu gabinete, dez a menos do permitido

Parecer do MPF é contra novas eleições para Mesa Diretora da Assembleia

Manifestação em ação da OAB diz que ato de Erick Musso é inconstitucional e lesa o interesse coletivo

Enivaldo quebra tom de festa na Assembleia e critica MP e Tribunal de Justiça

Enivaldo repudiou ausências na sessão e avisou que o MPES e o Tribunal de Justiça começaram mal o ano