Sesa apura denúncias de assédio e racismo no Serviço de Verificação de Óbito

Denúncia foi encaminhada à Secretaria de Saúde pelo Sindipúblicos, que foi procurado por servidoras

O secretário de Estado da Saúde, Nédio Fernandes Medeiros Júnior, autorizou abertura de processo para investigar denúncia de supostas práticas de assédio moral e racismo no Serviço de Verificação de Óbito (SVO), que integra a estrutura da Sesa. A denúncia foi encaminhada pelo Sindicato dos Servidores Públicos do Estado (Sindipúblicos), após demanda apresentada por servidoras. 

De acordo com informações da entidade, nesta quarta-feira (30), diante das denúncias encaminhadas pelo Sindicato, o secretário Nésio Fernandes “autorizou a abertura de processo para apurar os fatos relatados pelo Sindipúblicos e já encaminhou para a Corregedoria da Sesa”. A entidade afirma, ainda, que o secretário “solicitou que, dado a importância do relato, a comissão dará prioridade ao tema para efetuar a conclusão no menor prazo possível".

Segundo o Sindipúblicos, servidoras lotadas no Serviço de Verificação de Óbitos denunciaram práticas recorrentes de assédio moral e racismo por parte da profissional Sony de Freitas Itho, a qual são subordinadas. Dentre elas, ainda de acordo com a entidade, uma delas precisou até mesmo ser afastada para tratamento de saúde em consequência ao cotidiano de assédio e ofensas baseadas em suas características físicas e caracteres étnicos. 

O fato também motivou abertura de procedimento no Ministério Público (MPES). “Além de adotar as medidas judiciais e extrajudiciais, o Sindicato se reuniu com o secretário de Saúde no dia 14 de janeiro, para dar ciência dos fatos e cobrar que fossem adotadas medidas cabíveis garantindo que a prática não mais seja realizada, bem como preservando os direitos das servidoras”, diz notícia no site oficial no site do Sindipúblicos.

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Secretário de Saúde arquiva chamadas públicas para Organizações Sociais

Nésio fez o anúncio durante apresentação do projeto de fundação pública ao Conselho Estadual de Saúde

Sesa terá que apresentar plano de ampliação do Himaba à Defensoria Pública

Além da superlotação, há denúncias de quatro mortes ocorridas num único dia do último final de semana

Organização que administra hospital no Estado é delatada por Sérgio Cabral

Ex-governador do RJ acusa a Pró-Saúde, que faz a gestão do antigo São Lucas, de receber propina

Após protestos, diretora geral do Hospital Antonio Bezerra de Faria é exonerada

Neio Lúcio Fraga Pereira, médico da família gaúcho, assume no lugar de Regina Rua