Sete exposições para visitar nas férias

Opções diversas de arte e cultura estão em cartaz em museus e centros culturais na Grande Vitória

Nem só de praia são feitas as férias. Para quem gosta de cultura, há várias opções de exposições em cartaz, algumas delas com programação estendida especialmente para atender a essa época do ano. Veja algumas das opções.


Foto: Exposição Múltiplo Comum/ Divulgação

 

Casa Porto das Artes Plásticas

Exposição contemplada pela Fundação Nacional de Artes (Funarte), Studio Butterfly e Outras Fábulas, da baiana Virgínia de Medeiros, traz quatro instalações em linguagem de vídeo e fotografia abordando temas como sexualidade, identidade, prostituição e religião. Instalada na Casa Porto das Artes Plásticas, no Centro de Vitória, fica em cartaz até 2 de fevereiro, de terça a sexta-feira de 13h às 19h e, aos sábados, de 10h às 14h. A classificação indicativa é 16 anos. Endereço: Praça Manoel Silvino Monjardim, 66, Centro de Vitória. Informações e agendamentos de visitas guiadas pelo telefone (27) 3132.5292  ou pelo e-mail exposicaostudio@gmail.com.

Galeria de Arte Homero Massena

A artista Tete Rocha realiza sua primeira exposição individual, Ventos em vênus movem montanhas, na Galeria Homero Massena. Nela, utiliza sua própria imagem como foco de pesquisa sobre os limites e potencialidades do corpo, questionando os padrões da sociedade.  A exposição fica aberta à visitação até 3 fevereiro de 2019, de segunda à sexta-feira de 9 às 18h e, no sábado, de 13h às 17h, na Rua Pedro Palácios, 99, no Centro de Vitória. Classificação indicativa 14 anos.

Ateliê Kléber Galvêas

A Barra do Jucu, em Vila Velha, sempre ofereceu boa sintonia entre praia e artes. Além da beleza natural, há espaços como o Ateliê Kléber Galvêas, conduzido pelo artista de mesmo nome numa casa de construção típica de pescadores. O acervo de Kléber inclui desde obras retratando paisagens do Espírito Santo até arte abstrata. Até o dia 6 de janeiro acontece a II Black Fortnight com descontos em várias telas. O local abre todos os dias de 9h às 18h. Informações: ateliegalveas@gmail.com. Tel. (27) 3244 7115.

Galeria de Arte Espaço Universitário

Localizado dentro da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), a Galeria de Arte Espaço Universitário apresenta a exposição Múltiplo comum - obras do acervo fotográfico, uma coleção de 101 fotografias de 56 autores que compõem a coleção da entidade que completou 40 anos de existência. São registros diversos que vão desde paisagens a registros da cultura popular, que ficam expostos até 5 de abril de segunda a sexta-feira das 8h às 18h. O serviço educativo gratuito para visitas guiadas é oferecido a estudantes das redes pública e privada, ONGs, associações e outros grupos, precisando ser agendado pelo telefone (27) 4009-7853 ou pelo e-mail educativogaleria.supecc@ufes.br. O endereço é Avenida Fernando Ferrari, 414, no campus da Ufes em Goiabeiras, Vitória.

Museu do Pescador

Um Canoeiro Chamado Tempo é o nome da exposição de Bruna Wandekoken no Museu do Pescador, localizado na Ilha das Caieiras, em Vitória. Moradora da região, ela une arte, história oral, memória e identidade por meio de pinturas que retratam os griôs, guardiões da memória da comunidade. O local está aberto gratuitamente para visitação até 10 de março. Os horários são de terça a sexta-feira de 12h às 17h e no sábado e domingo de 12h às 16h. Endereço: Museu Histórico da Ilha das Caieiras "Manoel dos Passos Lyrio"- Rua da Felicidade Correia dos Santos, 1095, Ilha das Caieiras. Informações: (27) 3323-9993.

Museu Vale

Em comemoração aos 20 anos de sua criação, o Museu Vale, localizado em Vila Velha promove a exposição 20/20, trazendo a obras de 20 artistas nascidos ou residentes em diversas regiões do Espírito Santo. Em cartaz até 24 de fevereiro com entrada gratuita, a exposição está aberta de terça a domingo de 10h às 18h. O endereço é o pátio da Antiga Estação Pedro Nolasco em Argolas, bairro de Vila Velha. Contato: (27) 3333-2484.

Centro Cultural Frei Civitella

Fruto de uma oficina desenvolvida para difundir a técnica de pinhole, método rudimentar de fotografia feita com qualquer recipiente com um pequeno furo de agulha, a Exposição Coletiva de Fotografia Pinhole traz o resultado de registros feitos no ciclo de oficinas com imagens diversas que transitam pelos campos documental e artístico. É possível conferir o resultado deste trabalho até dia 14 de fevereiro de segunda a sexta-feira de 13h às 18h no segundo piso do Centro Cultural Frei Civitella, na Avenida Expedito Garcia, 220, em Cariacica.

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.