Sindialimentação discute violência contra a mulher com esquete e palestra

Evento enfatizou necessidade de denunciar agressões e da presença feminina na política e no mercado

A violência contra a mulher foi o tema do evento realizado nesta quarta-feira (13) pelo Sindicato dos Trabalhadores em Alimentação e Afins do Espírito Santo (Sindialimentação), em frente à portaria da fábrica da Garoto/Nestlé, em Vila Velha.



A manifestação contou com cartazes e palestras expondo dados sobre o feminicídio no Brasil e no Espírito Santo, estado que é o terceiro no ranking nacional e o primeiro no Sudeste. Este ano, segundo dados apurados pelo Sindialimentação junto à Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp), já ocorreram seis casos.

Práticas como a culpabilização da vítima foram explicadas, sendo enfatizada a importância de denunciar as agressões. “Basta de violência contra a mulher. Por maior representação feminina no mercado de trabalho e na política. Pelo fim do feminicídio. É por isso que lutamos”, afirma Linda Morais, coordenadora geral do Sindialimentação.

Trazendo ainda mais dramaticidade ao evento, as modelos Thais Bonfim, Anielle Paola e Brunella Viana foram caracterizadas como vítimas de agressão pelo maquiador João Jesus.

Frases como “apaixone-se por você, pela vida, depois por quem você quiser” foram estampadas em camisetas sorteadas durante a manifestação.

Leia Também:

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
1 Comentários
Matérias Relacionadas

MML divulga nota de repúdio contra casos de assédio sexual na Ufes

Movimento Mulheres em Luta reivindica “uma universidade livre de machismo”

Governo atende demanda judicial e cria comissão para o bairro Piedade

Mais de 40 famílias que deixaram o bairro precisam de apoio para moradia. Luta contra violência continua 

Novos assassinatos na Piedade expõem falta de diálogo para conter violência

Desde a intensificação da onda de violência, moradores pedem solução e paz para as comunidades

Rompendo barreiras

Atuante na luta das categorias que representa, o Sindialimentação cumpre também importante papel social