Ticumbi realiza primeiras festas sob comando de Berto Florentino

Novo mestre comanda grupo na Festa de São Benedito a partir deste domingo em Conceição da Barra

Foi um longo processo de transição desde que Tertolino Balbino, o Mestre Terto, anunciou que deixaria o comando do Ticumbi ou Baile de Congo de São Benedito. Aos 85 anos, com 64 anos à frente do grupo mais tradicional dessa manifestação folclórica, ele escolheu Berto Florentino como seu sucessor, que vai liderar o grupo pela primeira vez a partir deste domingo (30) na Festa de São Benedito das Piabas, em Conceição da Barra, norte do Estado.

Como já havia anunciado, Terto comandou pela última vez tais festividades na virada do ano passado, tendo Berto sempre como seu braço direito. Brilharam com o grupo em duas apresentações junto à Orquestra Sinfônica do Espírito Santo (Oses) no Teatro Glória, parceria que se repetiu na cerimônia de transição da maestria, que ocorreu em maio no Centro de Conceição da Barra.


Foto: Rogério Medeiros

A programação deste ano começa no domingo (30), às 20h, com o ensaio geral que acontece em Córrego do Alexandre. Às 10h de segunda-feira (31), o Ticumbi de São Benedito chega de barco ao Cais de Conceição da Barra. Na terça-feira, primeiro dia de 2019, o grupo se apresenta logo após a Santa Missa na Comunidade São Benedito. Em 13 de janeiro, o Ticumbi também se apresenta após missa na comunidade de Barreiras.

Curiosamente, assim como Terto, Berto comandou o grupo pela primeira vez num evento internacional. Se Tertolino Balbino estreou como mestre diante da vacância do cargo quando houve um convite para uma apresentação no Congresso Internacional de Folclore durante o IV Centenário da cidade de São Paulo, Berto Florentino dirigiu o Baile de Congo pela primeira vez no final de novembro, no XII Encontro Mestres do Mundo, que aconteceu em Aquiraz (CE).

Apesar de passar o cargo, Terto participará como mestre emérito no auxílio para ajudar nos ajustes e detalhes necessários para a festividades. Será também a primeira vez que o grupo sairá após o falecimento de uma de seus integrantes mais marcantes, o carismático Amilton de Oliveira Santos, o Miltinho, que atuava no Ticumbi desde 1986 e faleceu em julho, aos 80 anos.

O grupo, porém, sai completo, com 18 membros, três deles novos brincantes. "Vai ser uma festa muito importante para o grupo. Estamos com grande esperança para essa apresentação, que será a estreia do mestre Berto na direção. O grupo estará sob sua responsabilidade e esperamos que seja uma direção contínua assim como foi a de Mestre Terto", disse Jonas Balbino, que ocupa o posto de Rei de Congo na apresentação do Ticumbi.

Leia Também:

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Aracruz (Fibria/Suzano) ataca familiares de guardião das águas no Sapê

Metre Berto, do Ticumbi, protege o território quilombola, há meio século, contra o avanço do deserto verde

Agenda cultural: música, literatura e feira de artes no fim de semana

Entre as atrações têm reggae, samba, rap, eletrônico, música erudita e acústico com Gabriela Brown (foto)

Confira a programação completa do Viradão Vitória

O capixaba Silva será uma das 88 atrações do evento, que terá 30h, entre 7 e 8 de setembro