Um ano da morte de Marielle será lembrado com poesia em Vitória

Evento no Centro terá roda de conversa sobre literatura e resistência, sarau e venda de livros

Na noite de 14 de março de 2018, um crime chocava o Brasil: o assassinato da vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco (Psol), junto com o motorista do carro em que estava, Anderson Pedro Nunes. Mulher negra, feminista, lésbica, nascida na favela, Marielle virou um símbolo de resistência pelo país. Um ano depois do ocorrido, o crime segue impune e deve ser lembrado em vários lugares do Brasil.

No Centro de Vitória, acontece nesta terça (12), às 19h30, o evento Marielle Semente - Poesias de Luta. Projetos ligados à literatura, como Livros por Lívia, Boas de Prosa e Editora Pedregulho, se uniram a partir da necessidade de fazer algo que marcasse a data e denunciasse a falta de respostas sobre o caso. “Pensamos em um evento que falasse sobre novas formas de resistência pautadas na literatura e de como é ser mulher e se expressar nos dias de hoje. Juntas vamos falar sobre estratégias de união e como nos fortalecer ainda mais”, explica Lívia Corbellari, uma das organizadoras.

O evento acontecerá no espaço Trapiche Gamão e terá uma roda de conversa sobre literatura e resistência tendo como convidadas Tamyres Batista, estudante de Ciências Sociais e escritora, e Julia Ramos, de 16 anos, integrante do coletivo Nísia e vice-campeã do Slam Nacional Interescolar, que reúne jovens estudantes do país num campeonato de poesia e performance.

Em seguida haverá sarau com microfone aberto. Durante o evento, estarão à venda 23 de livros de autores do Espírito Santo (confira abaixo a lista)

AGENDA CULTURAL

Marielle Semente - Poesias de Luta

Quando: Terça-feira, 12 de março, 19h30

Onde: Trapiche Gamão - Rua Gama Rosa, 236, Centro de Vitória

Entrada gratuita

Programação:

-Roda de conversa sobre literatura e resistência com as escritoras Tamyres Batista Costa e Julia Ramos (mediação por Lívia Corbellari)

-Sarau com microfone aberto

-Venda de livros de autores e autoras capixabas

Sobre as escritoras:

Tamyres Batista Costa é estudante de Ciências Sociais (Ufes). Integrou a publicação “De Zacimbas a Suelys: Coletânea Afro-Tons de Expressões Artísticas de Mulheres Negras no ES” e a coletânea “Elas em órbita”, ambos lançados em 2017. Atuou como assistente de produção no projeto “Elisas - Oficina literária para meninas” (Secult-ES, 2017). Tamyres compartilha alguns de seus poemas no blog flor-indigo.tumblr.com e ainda na sua linha do tempo do Facebook. Tem lutado para garantir o direito de fabular e habitar dentro do próprio sonho.

Julia Ramos, de 16 anos, estuda em Terra Vermelha e participa do coletivo Nísia, um coletivo feminino que surgiu da necessidade das meninas em ter um lugar para conversar sobre assuntos do cotidiano e sobre a luta por seus direitos. Escreve literatura há dois anos e, em 2017, foi vice-campeã do Slam Nacional Interescolar. Encontrou na poesia uma forma de falar tudo que a sociedade precisa ouvir.

Livros à venda no evento:

ϟ Memória das Ruínas de Creta, de Bernadette Lyra - R$ 50

ϟ O Jogo dos filmes, de Bernadette Lyra - R$ 30

ϟ Arquitetura do nada, de Nayara Tognere - R$ 5

ϟ A última peça, de Karina Heid - R$ 20

ϟ Projeto Elisas - Elas em Órbita - R$ 15

ϟ Projeto Elisas - Algodão-doce - R$ 15

ϟ Quiche, de João Chagas - R$ 30

ϟ Cortes Lentos, de Isabella Mariano - R$ 20

ϟ O mundo de cá, de Juane Vaillant - R$ 20

ϟ Nix: microfone por tubos de ensaio, de Wagner Silva Gomes - R$ 40

ϟ Música no corpo de fuga, de Fabricio Fernandez - R$ 10

ϟ Planeta Saudade, de Antonio Rocha Neto - R$ 30

ϟ Conjunções & esquinas, paralelas & bifurcações, de Pedro Demenech - R$ 10

ϟ Além das pernas,, de Aline Dias - R$ 20

ϟ A única coisa que fere é manhã pós amor, de Aline Dias - R$ 20

ϟ O arquiteto cego, de Ruy Perini - R$ 20

ϟ A máquina do tempo, de Anaximandro Amorim - R$ 20

ϟ Boneca: atrás da feição oCa, de Hugo Hugo Estanislau - R$ 20

ϟ Não há remédio certo, de Ruy Perini - R$ 35

ϟ Umbigada nau, de Carlos Poleze - R$ 25

ϟ O abismo do inexplicável, de Thiago Ribeiro - R$ 30

ϟ Dissonâncias, de David Rocha - R$ 20

ϟ Bichos que habitam as frestas, de Eduardo Madeira - R$ 20.

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
1 Comentários
Matérias Relacionadas

Entidades questionam mudanças nas eleições do Conselho Estadual de Cultura

Carta enviada ao secretário Fabrício Noronha pede que alterações sejam definidas em Conferência Estadual

Comunidades reivindicam apoio do governo estadual para saúde indígena

Paulo Tupinikim considera que atendimento é insuficiente em nível municipal. GT foi formado junto à Sesa

Coletivo busca mulheres que queiram recitar suas próprias poesias

Poetisas têm preferência no Slam Nísia, primeiro campeonato de poesia autoral protagonizado por elas

STF determina imediato afastamento de titular do Cartório de Registro de Imóveis

Alexandre de Moraes considera ato de improbidade da Justiça capixaba manter titular por permuta em VV