Vice-prefeito de Rio Bananal e seis vereadores são expulsos do PTC 

O ex-presidente do partido, vereador da Serra Miguel da Policlínica, recorreu da decisão

Sob a justificativa de que contrariaram dispositivos contidos no estatuto, o  presidente do Partido Trabalhista Cristão (PTC) no Espírito Santo, Adriano Francisco Rocha, expulsou da sigla seis vereadores de municípios distintos e o vice-prefeito de Rio Bananal, Edivaldo Fabri. 

Os atingidos com a decisão, adotada na última semana, entraram com recurso no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para permanecer no partido e, ao mesmo tempo, articulam a migração para outras legendas. O presidente anterior, vereador Miguel Mateus Santos, o Miguel da Policlínica, contestou a medida e negou qualquer infração. 

Além dele e do vice-prefeito de Rio Bananal, foram expulsos os vereadores Adriano Vasconcelos Rocha, o Galinhão, também da Serra; José Damascena, de Vila Velha; Paulo Quaresma, Ibiraçu; Valter Araújo, Marataízes; e Mirian de Farias, Presidente Kennedy. 

“Notificamos várias vezes e alertamos para a gravidade da situação, mas nenhum deles deu retorno”, afirma o presidente da executiva estadual, Adriano Francisco Rocha, sendo contestado pelo presidente anterior. “Não existe motivo para ele ter adotado essa medida”, diz.

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.