Vila Velha abre novo Centro de Atendimento Psicossocial Álcool e Outras Drogas

Serviço de portas abertas está destinado a todos aqueles que convivem com o vício, incluindo familiares

A Prefeitura de Vila Velha inaugurou um novo Centro de Atenção Psicossocial de Vila Velha Álcool e Outras Drogas (CAPS AD). A unidade oferece acolhimento e tratamento para pessoas acima de 18 anos que são dependentes de drogas lícitas ou ilícitas, além de também prestar assistência a seus familiares, com atendimento por meio de uma equipe multiprofissional, formada por psicólogos, médicos clínicos e psiquiatras, enfermeiros, dentre outros.

O CAPS/AD é um serviço de portas abertas e está destinado a todos aqueles que, de alguma forma, convivem com o vício. Inclusive, a participação familiar e comunitária é primordial durante o tratamento.

Com um saldo de atendimento de mais de 32 mil pacientes nos últimos três anos, o CAPS/AD está funcionando em novas instalações, na Rua Presidente Lima, nº 175, Centro. 

A inauguração da nova estrutura do CAPS AD é uma forma de ampliar a capacidade de atendimento para aqueles que necessitam desse serviço e também de fortalecer o cuidado com a população, que hoje conta com três Centros de Atenção Psicossocial implantados na atual gestão.

“Com a entrega da nova instalação do CAPS AD, estamos consolidando a ampliação da Rede de Atenção Psicossocial em Vila Velha com o CAPS II, em Novo México, que atende pessoas com transtornos graves e persistentes, e o CAPS Infantojuvenil, em Itapuã, que acolhe crianças e adolescentes com algum comprometimento psíquico como autismo, psicoses, neuroses graves”, assinalou o secretário municipal de Saúde, Jarbas Ribeiro de Assis Junior.

Ao lembrar que o CAPS AD foi o primeiro passo na saúde mental de Vila Velha, ainda em 2005, Jarbas de Assis acrescentou que mais uma unidade será inaugurada no segundo semestre de 2020. Trata-se do CAPS Infantojuvenil, em Jabaeté, obra que foi paralisada em gestões anteriores, mas está sendo retomada.

Dignidade

A representante da Defensoria Pública de Vila Velha, Geana Silva, elogiou o investimento da Prefeitura na área de saúde mental. “O CAPS AD precisava ser revitalizado para dar mais respeito e dignidade aos seus usuários e estou muito feliz pela administração reconhecer esta necessidade e cumprir com seu papel com uma política de saúde pública consistente”, enfatizou.

“Estamos vencendo mais um desafio na entrega desse serviço de forma humanizada e carinhosa, conforme está preconizado pelo Sistema Único de Saúde. Quando se concretiza o Plano Municipal de Saúde está ajudando o SUS a sair do papel e isso é muito gratificante para todos nós”, acrescentou a subsecretária de Atenção Especializada, Gleide Caroni.
 

Leia Também:

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Max Filho sai mais fortalecido da convenção do PSDB em Vila Velha

Prefeito garante disputa à reeleição e se coloca como mais um nome ao governo do Estado em 2022

Prefeitura de Vila Velha doa área para logística reversa do vidro

Coleta Seletiva será implantada no município para recolher vidro produzido na Grande Vitória

Justiça determina que Cariacica construa um CAPs Infanto-Juvenil

Prefeitura tem 120 dias para oferecer serviço especializado para tratamento de álcool e drogas a jovens

Fim da queda de braço: empréstimo de Max deve ser votado ainda este mês

A Câmara de Vila Velha autorizou a reapresentação do projeto, no total R$ 130 milhões