Os que sobreviveram te saúdam!

2019 chega festivo, como os anos que o precederam, e torcemos para que termine assim

Nasceu, mas não é menino nem menina. Veio em paz, prenunciam os horóscopos. Vai entrando sem pedir licença, acusam as comadres espreitando atrás das cortinas. 2019 chega festivo, como os anos que o precederam, e torcemos para que termine assim. Além dos fogos de artifício brilhando no céu e das lentilhas na ceia, as intenções das passagens de ano remontam aos babilônios, há quatro mil anos. Desnecessário dizer Boas Resoluções, de vez que, ao que se saiba, ninguém tem más intenções para o futuro. Mas fique atento, nunca se sabe. 

*

Tonico Mãozinha vive do nefando expediente de aliviar o bolso alheio. Neste Natal ele conseguiu a proeza de roubar 3 chesters assados, com farofa e batatas, tudo ainda quente: para a casa da mãe, do irmão e dos pais da namorada. Pergunto: qual resolução Tonico vai fazer no Ano Novo: arranjar um emprego honesto e ganhar o mínimo ou roubar o  máximo? João de Deus: Com toda essa propaganda gratuita, quero ter mais fiéis na minha porta. A amante: Esse ano ele vai abandonar a mocreia. A esposa: Se ele nao deixar a sem-vergonha, em 2019 eu arranjo um amante também. 

*

Boas ou nem tanto, quem não tem suas intenções para o ano que chega está encrencado em alguma CPI ou não foi informado da mudança de calendário. Epa, dormi tanto que quando acordei já era 2 de fevereiro. Confúcio disse: Em vez de uma boa resolução, melhor começar o ano com uma boa risada. Por certo o filósofo estava confuso ao dizer isso, mas em uma coisa ele estava certo: se as resoluções nunca são realizadas, por que insistimos? Melhor rir das intenções alheias. Para tanto pesquei algumas resoluções interessantes na Internet, que podem nos inspirar ou desistir de vez.

*

Alda Moreira, cabeleireira: Vou parar de ir a enterros, principalmente o meu. Miltinho, professor de cursinho: Devolver as canetas que me emprestam. Artemia, assistente de academia: Morar na lua para perder peso. Zé Monteiro, doleiro: Espremer o tubo da pasta de dente pela base e não perder a tampa. Laurete, garçonete: Escrever 2018 o ano todo, para continuar jovem. Bianca Pace postou no Face: Parar de comemorar aniversário e ficar sempre nos 30. Continuar jovem é uma das resoluções mais solicitadas a cada ano, haja vista o número de cirurgiões plásticos (sic) indo pra cadeia. Estão em séria concorrência com os corruptos e coniventes. 

*

Zada, advogada: Lavar as mãos quando sair do banheiro. Torço para Zada realizar sua boa intenção, mas vai ser difícil: pesquisas informam que 73% das pessoas não lavam as mãos nos banheiros públicos. Imagina em casa. O tempo correto para lavar as mãos é cantando duas vezes o Parabéns-pra-você, enxugar e usar o papel toalha para fechar a torneira. Contaminação perpendicular: eu lavo bem minhas mãos e encontro a Zada, que não lavou mas me cumprimenta com um caloroso aperto de mão. Uma boa intenção para 2019 seria não aceitar apertos de mão.  

*

As favoritas de todo ano: 1) perder peso e fazer mais exercícios, muitos prometem mas poucos alcançam; 2) ler mais, embora cada vez se leia menos, a não ser mensagens de texto; 3) saldar as dívidas, embora ninguém prometa gastar menos; 4) aprender alguma coisa nova, embora tudo que se aprende seja novo para o aprendiz. Esse é o único desejo alcançado, pois enquanto vivos estamos aprendendo. Que 2019 traga na bagagem mais tolerância do que preconceito, mais paz do que violência, mais amor que desavenças. Que ao chegar no próximo 31 de dezembro você possa dizer: Foi o melhor ano da minha vida. 

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para manter ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.