'Pó Preto – RMGV' tem seu interesse cientifico reconhecido

Pesquisas estão se expandindo

“Material particulado atmosférico (MPA, pó preto RMGV) e contaminação ambiental. Avaliação do impacto na biota aquática em uma abordagem ecofisiotoxicológica integrada”

 

A Drª Marisa Narciso Fernandes, professora titular do Departamento de Ciências Fisiológicas (DCF), Laboratório de Zoofisiologia e Bioquímica Comparada (LZBC), responsável pelo projeto na Universidade Federal de São Carlos  (UFSCar), São Carlos (SP), em colaboração com a Drª. Iara da Costa Souza, atualmente em estágio de pós-doutoramento na University of Western Australia, Perth, Austrália, e com a professora. Drª. Silvia T. Matsumoto, do Departamento de Ciências Biológicas (DCB) da Universidade do Espírito Santo (Ufes), Vitória, estão coordenando e realizando estudos que envolvem uma ampla diversidade de espécies (invertebrados e vertebrados) de água doce e estuarinas, considerando desde a constituição química e física do “pó preto”, bioacumulação nos organismos expostos a esse material, respostas bioquímicas dos organismos expostos a seus constituintes e respostas fisiológicas em relação ao ajuste e desempenho do animal em seu ambiente, de forma a avaliar possíveis danos à biodiversidade que possa levar à redução de espécies no ambiente natural. Além da biota aquática, estudo in vitro com células de pulmão humano avalia a absorção de nanopartículas presentes no pó preto e seus possíveis efeitos nas células do pulmão humano.

Os estudos indicam que em breve poderemos ter informações relevantes que demandarão ações rigorosas na gestão do controle das emissões do pó preto.

Vários pesquisadores estão envolvidos nesses estudos, incluindo pesquisadores internacionais da Argentina, Reino Unido, Austrália e França, com os quais o laboratório mantém colaboração. O painel abaixo mostra a relação de pesquisadores envolvidos no projeto com seus respectivos alunos, para que tenham conhecimento da abrangência dos estudos, ora em andamento. Deverão ainda participar do projeto alunos de mestrado e doutorado que ingressarão a partir de 2020 nos programas de pós-graduação em que os participantes da proposta estão vinculados e alunos de IC.

Projeto: “Pó Preto RMGV”

Material particulado atmosférico (pó preto) e contaminação ambiental. Avaliação do impacto na biota aquática em uma abordagem ecofisiotoxicológica integrada

EQUIPE ENVOLVIDA E ESTUDOS EM DESENVOLVIMENTO

Dra. Marisa N. Fernandes

 

 

 

Orientação/supervisão

Professora Titular DCF/UFSCar, SP

Coordenadora do Projeto - Coordenar o desenvolvimento do projeto junto aos pesquisadores e colaboradores, discussão para a padronização de experimentos e preparação de amostras de material particulado para aplicação nos experimentos, para as análises químicas dos elementos presentes no MPA e nano- e ultraestrutural das NPs (NP). Definir a sequência de experimentos a serem efetuados e responsável pelas análises bioquímicas, osmo-iônicas e morfológicas.

Priscila R. Siqueira

 

Doutoranda - PPG-ERN UFSCar - Bolsa CAPES

Execução dos experimentos com cultura de células de pulmão humano e análises bioquímicas.

William Manuel P. Antunes Fortes

Mestrando - PIPG-CF

UFSCar - Bolsa CNPq

Dinâmica de bioacumulação em peixes e análises bioquímicas.

Co-orientação: Dra.  Iara da Costa Souza

Fabrício Alberto de Souza

 

Mestrando - PPG-ERN

UFSCar - Bolsa CAPES

Experimentos de exposição a hipóxia, bioacumulação de metais, análise de estrasse oxidativo e equilíbrio iônico. Dedicação ao projeto: 40 h  

Leticia Silva de Andrade

 

Iniciação Científica

DCF/UFSCar

UFSCar - Bolsa FAPESP

Colaboração na execução dos experimentos com cultura de células e responsável pelas análises de viabilidade e estresse oxidativo.

Co-orientação: Dra.  Iara da Costa Souza

Dra.  Iara da Costa Souza

(ICS)

Pós-Doutoranda DCF/UFSCar

Bolsa FAPESP

Execução de experimentos in vitro com células de pulmão humano e análises dos elementos e caracterização física, ultraestructural e nanoestrutural das NPs presentes no MPA e células expostas ao MPA e tecidos de animais expostos ao MPA.

Atualmente se encontra no Centro de Microscopia, Caracterização e Análise da University of Western Australia, Perth, Austrália, desenvolvendo os estudos ultraestruturais das céluls de pulmão humano expostas ao MPA

Dra. Silvia T. Matsumoto

 

Orientação/supervisão

Professora Associada I

DCB/UFES, ES

Estudos em células de pulmão humano na UFES e análise genotóxica e mutagênica das células cultivadas.

 

 

Dra. Lívia D. Rocha

 

Pós-doutoranda

DCB/IFES, ES

Análise genotóxica de células de pulmão humano expostas ao MPA

Enzo Z. M Silva

Iniciação Científica

DCB/IFES, ES

Análise mutagênica de células de pulmão humano expostas ao MPA

Profa. Dra. Diana Amaral Monteiro

 

Orientação/supervisão

Professora adjunto I DCF/UFSCar

Responsável pelas análises de contratilidade miocárdica ex vivo e da expressão das proteínas envolvidas no acoplamento excitação-contração do músculo cardíaco.

Henrique Aio Adorno

 

Mestrando – PPGCAm

UFSCar

Experimentos de análise da função cardíaca ex vivo de peixe de água doce após a exposição ao MPA

Dr. Cleo Alcantara C. Leite

 

Orientação/supervisão

Professor Associado I DCF/UFSCar

Responsável pelos estudos das respostas cardiorespiratórias, desempenho natatório e fenótipo metabólico dos peixes expostos ao MPA. 

Prof. Dr. Luciano Rivaroli

Professor Adjunto I

UFSJ, MG

Pos-doutorando- UFSCar

Responsável pelos estudos das respostas cardiorespiratórias, desempenho natatório em invertebrados.

Carolina Fernandes de Angelis

Doutoranda - PIPG-CF

UFSCar - Bolsa CAPES

Experimentos para análise das respostas cardio-respiratórias e desempenho natatório de peixes expostos a MPA.

Dra. Evelise N. F. Moura

 

Professora Adjunto II

DHb/UFSCar, SP

Análises histopatológicas em fígado, coração e gônadas de peixes após os experimentos in vivo.

PESQUISADORES ASSOCIADOS INTERNACIONAIS

Dr. Daniel A. Wunderlin

ICYTAC; CONICET; Universidad Nacional de Córdoba, Argentina

Coordenador da análise química dos elementos no MPA em água, meio de cultivo e células/órgãos, na Argentina, e colaborador na análise e interpretação de dados.

Dra.  Magdalena  V. Monferrán

ICYTAC; CONICET; Universidad Nacional de Córdoba, Argentina

Colaboradora nas análises químicas dos elementos no MPA em água, meio de cultivo e células/órgãos, na Argentina, interpretação de dados e revisão/redação dos artigos.

Dr. Michael Elliott

IECS; University of Hull, Hull, UK

Colaboração no estudo do comportamento do MPA em meio aquoso e biodisponibilidade de seus constituintes e revisão/redação dos artigos

Dr. Peta Clode

CMCA; University of Western Austrália, Austrália

Colaboração e co-orientação da Dr. Iara da Costa Souza no Centro de Microscopia, Caracterização e Análise da University of Western Australia, Perth.

Dr. Edwin W. Taylor

 

Professor of 

School of Biosciences, University of Birmingham, UK

Colaborador nos experimentos para teste de função fisiológica in vivo. Participa da elaboração dos estudos de desempenho natatório

 

Dr. David J. McKenzie

 

Centre for Marine Biodiversity Exploitation and Conservation, Université Montpellier, France

Colaborador nos experimentos para teste de função fisiológica in vivo. Participa dos experimentos nos protocolos de natação

 

Apoio Técnico

Gustavo M. Oda

DCF/UFSCar-São Carlos

Apoio Técnico nas atividades de manutenção e orientação no uso de equipamentos de alto custo e análises a serem efetuadas; organização e logística das diferentes análises a serem efetuadas pelos diferentes alunos dos Pesquisadores da UFSCar/São Carlos 

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para manter ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.