Vamos dar graças, gente

No dia de agradecer, meu muito obrigada aos leitores que me acompanham desde 2000!

Quando o assunto é compra e venda, fica difícil definir qual desses dois lados da mesma moeda pressiona mais - quem corre atrás das melhores promoções, quem corre atrás de mais fregueses. Tudo começou com a melhor das intenções: um presidente americano instituiu oficialmente o Dia de Ação de Graças na última quinta feira do mês de novembro, quando famílias e amigos se reúnem para um farto almoço - sendo possível. Quem não gostou foram os perus, mas seus protestos não foram ouvidos. A data depois mudou para a quarta quinta-feira do mês. 


*
Imprensada entre o fim de semana e um feriado que nos States é tão importante quanto o Natal, a sexta-feira virou o dia oficial de começar a maratona natalina, depois denominada Black Friday por causa dos problemas que criou: trânsito engarrafado, longas filas noite adentro esperando as lojas abrirem às seis da manhã, etc. Os preços só caíam na sexta-feira. Mas somos mutantes, e tudo ao nosso redor vai mudando também, nem sempre para melhor. Ou vice-versa. 

*

Em 1911 o Walmart quebrou as regras, abrindo as portas no entardecer da quinta-feira, depois das reuniões gastronômicas. Alguns efeitos colaterais: 12% dos compradores estão bêbados; extra-oficialmente, esse é o dia em que os bombeiros (desentupidores de banheiros)  mais trabalham. Essa mudança no calendário originou um novo apelido para a quinta-feira: Grey Friday. E como tem gente que quer comprar barato mas não tem ânimo para enfrentar os transtornos da sexta-feira, as promoções se esticaram para a segunda-feira.

*

Assim nasceu a Cyber Monday - mesmos preços incrivelmente baixos para as compras on-line. Que, francamente, não precisavam de um dia especial, de vez que - como já dito acima - tudo muda. As compras on-line estão dominando o mercado, e muito antes do Thanksgiving as promoções já estão disponíveis na Internet (leia-se Amazon).  Para entregar depois, mas qual a diferença? Nosso futuro será o comércio online? Embora digam que a Internet está matando os shopping centers (malls), mais shoppings estão sendo construídos por toda parte. Quem viver vera.

*

Em 2001 o feriadão do final de dezembro passou a ser reconhecido como o melhor fim de semana para as compras, mas há controvérsias. O sábado antes do Natal também tem promoções imperdíveis e ainda vende horrores. Donde concluímos, embora comprem tudo-que-precisam em novembro, tem sempre mais para comprar. Ih esqueci do presente da Wanda… e mais correrias de última ou penúltima hora, dependendo do dia da semana em que caia o Natal. 

*

Que esse ano começou mais cedo. Tradicionalmente, a decoração natalina é feita depois do Thanksgiving. Esse ano a maioria das casas já demonstra o espírito natalino, que nada tem de espiritual: luzes e guirlandas e bonecos infláveis de plástico, e tantas outras variações que aparecem todos os anos.  Quanto aos perus, coitados, sofrem mais em novembro: 46 milhões são abatidos só para esse almoço tradicional da família americana. 

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para manter ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.