Jardim Carapina recebe primeira edição do MoviPraça

Evento da Central Única de Favelas (Cufa) terá rap do 15NoPente (foto) e reggae com Faia Roots

Um dos projetos que fazem parte da retomada da Central Única de Favelas (Cufa) no Espírito Santo com nova coordenação, o MoviPraça realiza uma atividade de estreia neste sábado (7), em Jardim Carapina, na Serra, promovendo shows, batalha de rima e outras atividades das 18h às 21h na Praça da Família.

Os convidados para apresentar sua produção cultural são o grupo de rap 15NoPente, originário do bairro, e a banda de reggae e ragga Faia Roots. Também haverá batalha de rima e microfone aberto para poesias e outras apresentações, além de barraquinhas de lanches.

Gabriel Costa Nadipeh, novo presidente da Cufa-ES explica que o projeto deve circular por favelas e periferias de toda Grande Vitória. "O objetivo é ser uma plataforma, um espaço de valorização dos artistas locais, mostrando as potências da favela, assim como incentivando a economia criativa da própria comunidade, e também tem o intuito de fazer a integração entre os bairros do entorno", declarou.

A Cufa-ES retomou as atividades em 2019 após três anos sem funcionamento no Espírito Santo. Foi indicada uma nova direção comandada por Gabriel na presidência, Luciano Furtado na área de ações sociais, Lisandra Felix na coordenação de ações urbanas, Fabrícia de Jesus em audiovisual e redes sociais, e Fernando Ferreira na área de esportes.

Nacionalmente, a Cufa foi criada há 20 anos tendo como fundadores o rapper MV Bill e o produtor Celso Athayde, realizando atividades de cunho político, social, cultural e esportivo nas favelas e periferias do Brasil.

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Burarama, a queridinha do cinema capixaba

Com casas históricas e belas paisagens, distrito de Cachoeiro virou cenário de filmes e sede de festival

Fabio Pinel mostra seu dom de cantar

Sambista da nova geração do Espírito Santo lança seu primeiro álbum de obras autorais

Poetisa popular ganha homenagem nos muros da Serra

Na coluna: hinos do carnaval, novo ateliê no Centro, livros censurados em exposição, Carnaval de Congo

Reciclafolia já aproveitou mais de 50 toneladas de fantasias no carnaval

Projeto surgiu de moradores do entorno do Sambão do Povo preocupados com descarte incorreto pós-desfiles