Ceturb e prefeitura omissos: buracos próximos a terminal quebram ônibus

Todos os usuários do Transcol na Grande Vitória pagam a conta do reparo dos coletivos

O terminal do Transcol de Jardim América, em Cariacica, tem rachaduras em suas vigas, o que pode colocar os usuários em risco. Tampouco não há acessibilidade para pessoas especiais, como determina a legislação, entre tantos problemas.

Mas há um questão extremamente simples, registrada há meses, que vem causando a quebra dos ônibus, que são os buracos no entorno do terminal. Denunciada à Companhia Estadual de Transportes Coletivo de Passageiros do Estado (Ceturb) para acionar os responsáveis pela recuperação das vias, não há providência do órgão, como aponta o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Espírito Santo (Sindiroviários).


Foto: Leonardo Sá

A prefeitura de Cariacica também pouco se importa com a recuperação do asfalto nas ruas do entorno do Terminal de Jardim América. Na rua Bahia, um dos buracos  - são vários em um  pequeno trecho  -  cobre toda a rua de lado a lado. Sua largura é de aproximadamente 1,4 metro, com cerca de 30 centímetros de profundidade.

São pessoas da comunidade que tentam minimizar o problema, colocando pedras no buraco. De nada resolve: os motoristas têm de lançar o carro no buraco, passar a parte dianteira, e depois a traseira. É comum o fundo do veículo arrastar no chão. 

Foto: Leonardo Sá

A rua é a que dá acesso aos terminais de ônibus do Transcol de Campo Grande e Itacibá. São centenas de ônibus que trafegam pelo local diariamente. Os motoristas relatam que há grande número de ônibus quebrados nesta passagem obrigatória. 

A rua Bahia não é a única esburacada. Todo o entorno do Terminal do Transcol em Jardim América apresenta o problema. Um trecho da Paraná, na saída sul do Terminal de Jardim América e utilizada para transito dos ônibus que passam pelo terminal para outros locais, também está esburacada. Esta rua tampouco recebe atenção da Ceturb e da prefeitura de Cariacica.

Sindirodoviários cobra

A Ceturb e a prefeitura de Cariacica não veem os buracos nas vias usadas pelos ônibus do Transcol porque não querem. Segundo Paulo Palaoro, presidente do Sindiroviários, o sindicato recebe um grande número de queixas dos motoristas pelos problemas criados pelos buracos no entorno do terminal de Jardim América.

Ele informou que o Sindiroviários tem acionado a Ceturb, cobrando providências ou que acione outros responsáveis pela via. “A Ceturb alega problemas financeiros e nada faz”, denuncia Paulo Palaoro.

O presidente da entidade exige que o órgão gestor do Transcol adote medidas para evitar que os ônibus continuem sendo quebrados nos buracos das vias, o que  acaba custando caro para os usuários dos ônibus.

Não só os motoristas dos ônibus se queixam dos buracos. Rubens Oliveira, passa pelo local com frequência, pois a rua está em seu trajeto. Nesta terça-feira (4), ele parou seu carro, fez imagens e postou na mídia social, com cobranças à Ceturb e à prefeitura de Cariacica.

Rubens Oliveira afirmou que o descaso do poder público com uma via de  tamanho movimento é um desrespeito à população. “Onde estão sendo usados os impostos que pagamos? Falta é vontade política para resolver problemas simples, como este”, analisa.

Estrutura

Oito das colunas do Terminal de Jardim América estão cercadas há meses por tapumes. De tão antigos, alguns estão se estragando. Os tapumes formam uma reta e são visíveis os sinais na estrutura de que existem problemas. Há buracos nas juntas das vigas. 


Foto: Leonardo Sá

Cercar as colunas parece ser a única ação da Ceturb no local. Há temor de que o problema estrutural possa colocar o terminal em risco. Risco que correram os usuários do Terminal de Itaparica, onde o telhado ameaça desabar. A situação era tão grave que a Ceturb foi obrigada a interditar o terminal.

Embora se trate de espaço público, a Ceturb determinou a seus guardas que impeçam a realização de imagens no interior do terminal. Medida cumprida à risca nesta terça-feira (4) no local, impedindo a reportagem de registrar os problemas. Não se sabe o motivo da proibição ilegal, que pode ser impedir a divulgação das imagens das rachaduras na estrutura. 

Também é visível no Terminal de Jardim América o afundamento das pistas onde os ônibus transitam, indicando falta de manutenção.

Nos locais de embarque onde se formam longas filas, a Ceturb mantém apenas um banco, com espaço para três pessoas. A economia feita pela empresa custa caro aos usuários: as vezes gestantes, idosos e pessoas com crianças no colo são obrigadas a esperar o ônibus em pé, o que pode chegar a mais de meia hora.

Acessibilidade

As pessoas com necessidades especiais pagam preço elevado no terminal do Transcol  de Jardim América. A passagem de um local de embarque ou desembarque para outro, é feita em espaço desnivelado, sem rampa especial, o que dificulta a vida dos cadeirantes. 

Até o próprio acesso ao terminal é feito em espaços precários para os portadores de necessidades especiais. Por exemplo, para as pessoas com deficiências visuais. 

Foto: Leonardo Sá

Como em outros terminais da Ceturb, os sanitários são fétidos. E ninguém sabe há quanto tempo os bebedouros não têm seus filtros trocados, nem sobre o controle da qualidade da água.

Os gestores

O diretor-presidente da Ceturb é Alex Mariano. A Companhia de Transportes Urbanos da Grande Vitória (Ceturb-GV) é vinculada à Secretaria de Estado dos Transportes e Obras Públicas (Setop). A Ceturb-GV foi criada pela lei nº 3.693/84. Deve ser suas atribuições “...  conceder, planejar, contratar e gerenciar o sistema de transporte público de passageiros da Região Metropolitana da Grande Vitória”.

O prefeito de Cariacica é Geraldo Luzia de Oliveira Junior, o Juninho  (PPS). Está em seu segundo mandato. 

Leia Também:

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
1 Comentários
  • Elie ventura , sexta, 07 de setembro de 2018

    Sistema transcol é vergonhoso total desrespeito ao capixaba, os caras estão colocando tablets nas catracas mais não investem em melhorias nos terminais ,funcionários mau humorados insegurança, banheiros sujos ,pedintes um descaso total,a Cli dos ônibus DinEI UM DIA CHEGA AQUI E A CASA CAI

Matérias Relacionadas

Tarifa do Transcol sobe para R$ 3,75 no próximo domingo (13)

O valor das passagens passará dos atuais R$ 3,40 para R$ 3,75, um reajuste de 10,29%

Sindipúblicos cobra Ceturb sobre multas aplicadas às empresas

Irregularidades e reclamações no transporte coletivo levaram sindicato a exigir as informações

Ceturb regulamenta uso do nome social de pessoas trans no Transcol

Normativa foi publicada a pedido da Defensoria Pública e vale para os cartões de bilhetagem eletrônica