Servidores protestam contra estadualização do Hospital Geral de Linhares

No dia 13, servidores fizeram ato contra as terceirizações em frente à Secretaria de Estado da Saúde

Um ato de protesto contra a estadualização do Hospital Geral de Linhares (HGL) foi realizado nessa sexta-feira (14) no município. Munidos de faixas, cartazes e equipamento de som, os trabalhadores denunciaram a falta de transparência no processo de entrega da unidade da Prefeitura Municipal de Linhares para o governo do Estado.

“A poucos meses do fim do governo Paulo Hartung, tivemos agora esta surpresa anunciada pelo município, de entrega do hospital para o governo do Estado, sem discutir com a sociedade e nem com o Conselho Municipal de Saúde. Foi na calada da noite e sabemos que não é uma decisão que vai trazer melhorias, pois a política do atual governo estadual é a de privatizar/terceirizar os hospitais, drenando os recursos da saúde para as mãos de empresários que só visam lucros”, explica Cynara Azevedo, da Secretaria de Condições de Trabalho do Sindsaúde-ES.

Durante a atividade, o grupo conversou com a população e distribuiu material informativo sobre as mazelas provocadas pela terceirização. “São panfletos da Caravana da Saúde, uma iniciativa do Sindicato para informar e alertar a povo capixaba sobre como a entrega dos hospitais para as mãos das organizações sociais é danosa. Estamos percorrendo diversos municípios, deixando clara a nossa luta em favor da população e por melhores condições de trabalho para servidoras e servidores públicos da Saúde”, acrescenta o diretor do Sindsaúde-ES, José Reinaldo.

Situação precária

A situação precária do atendimento prestado pelo HGL é motivo de reclamação há anos.  As reclamações dão conta de que a população não consegue fazer exames, não têm acesso aos medicamentos necessários, e a gestão do HGL faz ameaças constante aos servidores. Apesar disso, os representantes do Sindsaúde acreditam que a estadualização não é a melhor alternativa. 

"Se isso acontecer, o governo estadual entregará o HGL para uma empresa administrar, o que só vai piorar este quadro. Por isso, defendemos que a saúde seja pública, gratuita e de qualidade para todas e todos, como prevê a Constituição. Somos contra o desmonte do SUS [Sistema Único de Saúde]. Queremos concurso público, mais investimentos e uma gestão pública transparente, séria e compromissada com a população que tanto necessita", enfatizou Aleudicléia Muniz, diretora do Sindicato que atua na região de Linhares.

Protesto contra a terceirização

No último dia 13, por sua vez, um grupo de trabalhadores ocupou as escadarias da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), em Vitória, para protestar contra as privatizações/terceirizações da saúde e em favor do fortalecimento do SUS.

Os desvios de recursos e as péssimas gestões realizadas pelas organizações sociais no Espírito Santo e em outros estados da federação foram lembradas pelo diretor de Comunicação do Sindsaúde-ES, Valdecir Nascimento. 

“Exigimos explicações sobre a Pró-Saúde, por exemplo, cujos executivos já fizeram até delação premiada. Há ainda o aumento dos casos de mortes de crianças no Hospital Infantil de Vila Velha (Heimaba), sob responsabilidade do IGH. Os órgãos competentes precisam investigar e Paulo Hartung nos deve explicações. Por que o governador insiste em entregar mais hospitais? Qual o interesse dele em fazer isso, faltando poucos meses para o final de seu mandato? Quer continuar com sua maldade até o último dia de mandato?”, questiona Valdecir.

O ato do Sindsaúde-ES contou ainda com representantes do Sindicato dos Enfermeiros e do Sindicato dos Psicólogos.

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Marcha da Saúde 2019 fará homenagem a militante que lutou contra terceirizações 

Valdecir Gomes Nascimento também recebeu homenagens póstumas nessa quinta-feira  

Militância por saúde pública de qualidade perde seu principal expoente no Estado

Diretor do Sindsaúde, Valdecir Nascimento denunciou mortes de prematuros e terceirização dos hospitais

Saúde: ano marcado pela luta contra o sucateamento e as terceirizações

Secretário Ricardo de Oliveira se despede da pasta acumulando problemas em unidades terceirizadas 

MPES aciona Justiça contra fechamento de escolas em Conceição do Castelo

Ação atende ao pleito das comunidades, que não aceitam a retirada do Ensino Fundamental II da zona rural