Promessas, apenas?

Reajuste anunciado por Luciano Rezende reforça cobrança de servidores estaduais a Casagrande

O reajuste para o funcionalismo público em Vitória anunciado feito pelo prefeito Luciano Rezende (PPS) nessa segunda-feira (6) foi de apenas 4%, mas o suficiente para reforçar a cobrança dos servidores estaduais ao governador Renato Casagrande, para que recomponha as perdas inflacionárias acumuladas, que já somam 32,7% de 2012 a 2017. Um dia depois, representantes de 20 entidades reunidas na Pública/ES – Central do Servidor protocolaram requerimentos com a demanda no Tribunal de Justiça, Ministério Público, Tribunal de Contas e Assembleia Legislativa. O grupo solicita interlocução com o governo, que nem cogita atender ao pleito em 2019, alegando “cenário de incertezas”. Mas desde o mês passado, com a divulgação do superávit e da arrecadação 25% maior no primeiro trimestre deste ano, os sindicatos não engolem esse argumento. Eles exigem que Casagrande cumpra sua promessa de campanha e apresente uma proposta sobre a recomposição. Ou seja, que sente-se à mesa de negociação e não repita a omissão e descaso do ex-governador Paulo Hartung. É, de fato, o mínimo.

De grão em grão...
Apesar de baixo, o índice concedido por Luciano está acima da inflação acumulada do ano passado (3,86%) e cumpre, segundo o Sindipúblicos, os preceitos legais que determinam a revisão anual. No ano passado, o prefeito concedeu 3%.

De grão em grão II...
Antes da mobilização desta semana, o sindicato já havia anunciado que oficiaria o governo para, pelo menos, garantir o mesmo índice da inflação de 2018, como previsto na Constituição, e a correção dos valores do auxílio-alimentação. Quem avisa, amigo é...

Essa reforma, não!
Por falar em Casagrande, o PSB nacional não se contentou em apenas emitir uma nota com posicionamento contrário à reforma da Previdência. Nessa quarta-feira (8), a legenda lançou uma campanha publicitária para os meios digitais, com vídeos que tratam dos pontos mais críticos da proposta. Mas aqui no Estado...

Essa reforma, não II!
...o governador e os deputados federais capixabas do PSB, Felipe Rigoni e Ted Conti, até fazem umas críticas à reforma de Bolsonaro, muito longe, porém, dessa pegada da Nacional. Aliás, estão mais com pé na proposta do que fora dela.

‘Abstinência’
Fora do Senado depois de “milianos” de mandato, Magno Malta (PR) não consegue ficar muito tempo sem marcar presença por lá. Nesta semana, voltou a acompanhar votações da Casa que ele acha que rendem bônus à sua imagem. O Senado saiu dele, mas ele não saiu do Senado.

Restinho de esperança
A propósito, nem com esse anúncio de recuo do governo Bolsonaro, que resultará no desmembramento do Ministério de Desenvolvimento Regional em outros dois – Cidades e Integração Nacional – Magno tem chance de assumir um cargo no primeiro escalão? Depois de jogado a escanteio, o ex-senador e o presidente voltaram a trocar elogios mútuos.

Meta
A visita a Vitória do presidenciável do PT nas eleições de 2018 e ex-ministro da Educação, Fernando Haddad, na noite desta quinta-feira (9), faz parte da segunda etapa nacional do projeto “Caravana Lula Livre”, que desta vez percorre o Sudeste. Daqui ele seguirá para o Rio de Janeiro e, depois, São Paulo.

Meta II
No início do ato em frente à Ufes, Haddad reuniu, além dos correligionários, lideranças de partidos como PCdoB e Psol. Em um dos discursos, a deputada estadual Iriny Lopes defendeu a “união da esquerda contra o fascismo”.

2020
O partido Novo, que passou a abrigar o candidato derrotado ao governo do Estado e empresário Aridelmo Teixeira depois das eleições passadas, abriu processo seletivo para escolher candidatos a prefeitos em mais 14 capitais (depois será a vez dos vereadores). Vitória é uma delas. Aridelmo é o favorito da “concorrência”?

Vestibular
Na moda dos movimentos que vendem a ideia de renovação política, o Novo afirma que todos deverão passar pelo processo e preencher os pré-requisitos, além de participar de entrevistas e testes – testes? – feitos por empresa especializada em recrutamento. Interessados no “vestibular políticos” devem acessar o site https://querosercandidato.novo.org.br.

PENSAMENTO:
“Ser contestado é ser constatado”. Victor Hugo

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
1 Comentários
  • Carlos Leonardo Tagarro Corrêa , sábado, 11 de maio de 2019

    Por gentileza, sejam isonômicos! Caro redator por favor citar os três anos que os funcionários do município de Vitória sofremos sem reajuste (de igual nodo com o servidor estadual) nos anos de 2015, 2016 e 2017, que somados a juros composto passam dos 30%. Perda ainda não reparada e esta silenciado. Inflação "comendo no mesmo prato que o trabalhador"!

Matérias Relacionadas

Sinuca de bico

Uns correm da bomba-relógio dos projetos do MPES, outros estão com ela no colo. Casagrande que o diga...

Cada um na sua

Enquanto PT articula alianças com o Psol para 2020 no campo nacional, por aqui deve ficar com Casagrande

Eleição comunitária na Ilha das Caeiras reúne opositores de Luciano

O presîdente da Câmara, Cléber Félix, pré-candidato em 2020, testa seu prestígio na eleição deste domingo

Única sede da Defensoria Pública da União no interior do Estado será fechada

DPU terá que devolver ao executivo 63% dos servidores no País, o que acabará com unidade de Linhares