Comunidade recorre ao MPES contra fechamento de escola em Cariacica

Sedu alega que com poucos estudantes em Boa Vista é preciso fazer a transferência para outras unidades

Os moradores de Boa Vista, zona rural de Cariacica, recorreram ao Ministério Público do Espírito Santo (PMES) para reverter o fechamento da escola que atendia a crianças da localidade, próxima à Roda D’ água. Uma reunião já está agendada com a promotora de Justiça Maria Cristina Santos Wyatt, na próxima quarta-feira (11), às 14 horas. 

Segundo informações dos moradores, o fato de a Secretaria de Estado da Educação (Sedu) ter bloqueado a matrícula para os responsáveis sem aviso prévio é ilegal. A Promotoria de Cariacica chegou a oficiar a Superintendência da Sedu em Cariacica pedindo esclarecimentos sobre a decisão de fechar a escola, mas, até então, não obteve resposta. 

Ao tentar realizar o procedimento, pais e responsáveis pelos alunos descobriram que a unidade de ensino não consta no sistema da Sedu e ficaram impedidos de realizar a rematrícula online. 

Os moradores reclamam ainda do fato de a Sedu ter investidos R$ 144,7 mil, na reforma da unidade de ensino (obras de manutenção civil e elétrica), que agora passará a ficar sem utilidade. Como o terreno para construção da escola foi doado e não há documentação oficializada corre-se o risco de o prédio se deteriorar por não ser possível legalizar sua condição de forma a transferir para outra utilização, fato que já ocorreu com outras unidades de ensino da zona rural do Estado.

Já a Sedu Sede e a Superintendência de Cariacica enviaram um comunicado à comunidade explicando que foi preciso reordenar e readequar o funcionamento de algumas escolas da rede, caso da Escola Estadual Pública de Ensino Fundamental (EEPEF) Professora Ilda Meirelles Freire. Os gestores da educação estadual explicam que pelo fato de ter poucos alunos, no total 21, os estudantes serão transferidos para duas escolas próximas. Os alunos do 5º ano devem ser transferidos para a Escola Municipal de Ensino Fundamental Euvira Benedita Cardoso da Silva, da rede de Cariacica, e os do 1º e 4º anos para a Escola Estadual Boa Vista. Segundo a Sedu, a rematrícula deverá ser feita até o dia 31 de janeiro. 

Reunião na Assembleia

Uma reunião também será realizada nas  Comissões de Proteção à Criança e ao Adolescente e de Educação da Assembleia Legislativa. Marcada para a última segunda-feira (2), o encontro foi adiado em função da possível greve dos rodoviários. 

O presidente da Comissão de Proteção à Criança, deputado estadual Lorenzo Pazolini (sem partido), mantém contato com a comunidade. A presidente da Associação de Moradores de Boa Vista, Raquel José de Sant’Anna Araújo, explica que uma reunião chegou a ser realizada com representantes da Sedu nessa segunda-feira (25), mas o impasse continua.

Comunidade quer unidade aberta 

A líder comunitária Raquel Sant’Anna afirma que o desejo da comunidade é o de que a escola permaneça na região, pela proximidade da residência dos alunos. São 20 estudantes de baixa renda que dependem da unidade. 

Laudite Souza da Silva Santos, de  53 anos, moradora de Boa Vista, estudou quatro anos na escola e seus três filhos também estudam. Segundo ela, a unidade é centenária e faz parte da história da comunidade. 
 
A escola foi fundada por Ilda Meireles Freire em terreno doado por seu marido, que também construiu uma sala para que ela ensinasse. A professora Ilda era ainda quem fazia a merenda em sua casa em fogão a lenha e arrumava a escola.

Leia Também:

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Procurador de Justiça intima Estado a equiparar cargos de agente e investigador

Eder Pontes dá 30 dias para que desvio na Polícia Civil seja solucionado. Agentes pleiteiam nível superior

‘Educação não é gasto, é investimento’, bradam famílias em Governador Lindenberg

Mobilização visa reverter decisão do prefeito, Geraldo Loss, de fechar quatro escolas do campo

Normas para eleição de procurador-geral de Justiça são publicadas  

Eder Pontes, que acumula três gestões, foi o primeiro a se inscrever para possível quarto mandato

Tribunal de Justiça retoma sessões de julgamentos na próxima terça-feira 

Já a primeira sessão do Tribunal Pleno só no dia 30, sob a presidência do desembargador Ronaldo Gonçalves